Site

Quer vender mais? Olhe para a página inicial do seu site.

Muitos empresários ao construírem um site desconhecem que a página inicial do site é a melhor ferramenta para gerar um alto volume de vendas e conversões.

Tenha em conta que a página inicial do seu site é o seu cartão de visita online, ou seja, é a primeira coisa que um (potencial) cliente irá ver.

Desta forma, se a mesma não for atrativa ou responsiva (adaptar-se a todos os dispositivos) ele irá deixar o site em menos de 5 segundos.

Posto isto, deixamos-lhe algumas dicas que deve ter em conta depois de comprar domínio e começar a fazer o seu site.


⇒ Como vender mais com a página inicial do seu site?

homepage é a primeira coisa que um cliente vê assim que entra no seu site. Contudo, a mesma não tem de estar carregada de informação.

Tem sim, de saber como seduzir o consumidor a navegar em várias páginas e consultar diferentes conteúdos.

Assim sendo, pense no que quer que o seu visitante faça quando ele abre o seu site, de forma a construir a home perfeita.

» Veja alguns dos pontos que deve ter em conta.


1 – Dar garantias

É importante que consiga provar desde o início que sabe do que é que ele está à procura. Como é óbvio poderá não ser a solução completa para os seus problemas, contudo, garanta-lhe que ali ele irá encontrar várias soluções para os mesmos.


2 – Gerar confiança

Nos dias que correm existem cada vez mais sites online, assim sendo, dependendo do seu tipo de negócio é importante que dê confiança aos seus clientes (esta questão é especialmente importante quando tiver a criar logotipo).

Por exemplo, pode colocar certificados, o símbolo de site seguro, o símbolo do pagamento seguro (essencial se for um e-commerce), certificações, testemunhos…

Tudo isto, embora possa parecer simbólico, vai dar confiança ao cliente para que ele faça aquilo que você quer (que muito provavelmente será comprar o seu produto ou serviço).


3 – Tenha pelo menos um CTA (Call to Action)

Uma CTA (também conhecida como chamada para a ação) é uma imagem ou um texto, que tem como principal intuito incentivar o visitante a realizar uma ação especifica (ver uma página, preencher um formulário, pedir um orçamento, solicitar um ebook…).

As CTA’s ajudam a guiar as pessoas ao longo do caminho para se tornarem clientes e aconselham quais os próximos passos a dar.


4 – Informações de contato

Muitas vezes os potenciais clientes querem abrir um site simplesmente para ver o contato telefônico, Endereço ou e-mail da sua empresa.

Assim sendo, pode optar por colocar um menu de contato visível logo no inicio da página e quem carregar lá tem acesso imediato a todos os dados da sua empresa.

Por outro lado, poderá também colocar essa informação no final da homepage, de forma a estar visível se o cliente gostar do que vir e quiser contactar sem ter de estar à procura do contacto.

Estes são os 4 pontos a ter em mente quando resolver criar a página inicial do seu site. Se seguir estas dicas, vai ser mais simples vender.

Quais os Custos de Criar um Site

Cada vez mais empresas e profissionais procuram por possibilidades de se relacionar com clientes e terceiros. Um dos canais mais essenciais além de redes sociais é um site próprio na internet.

Apesar de ser uma necessidade que se torna mais barata com a demanda crescente, é importante ter ciência que a criação e manutenção de um site envolvem custos.

O primeiro passo é o registro do site. Domínio com final .br que custam em torno de R$30 anualmente quando adquiridos pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, o chamado NIC. Porém, é preciso configurar todos os passos manualmente e opções como proteção de dados do detentor que são limitados.

Muitos criadores recorrem por soluções mais completas em termos de serviço e proteção. Para usufruir estas vantagens com um domínio .br, os prestadores cobram mais caro e podem chegar a R$ 200 por ano. Mas a integração com outros passos essenciais de criar um site é facilitada.

Após registrar o domínio, o próximo passo é a hospedagem do site em um servidor. Tipicamente é necessário calcular com preços em torno de no mínimo R$ 10 a R$ 15 por mês para os planos mais básicos.

Estes oferecem espaço e número de e-mails limitados, como encontra-se na Locaweb, 1&1 ou Hostgator. Para um site básico eles são mais do que suficientes.

Muitas empresas também tentam atrair clientes com promoções que custam menos de R$5 pela hospedagem e tem validade limitada como, por exemplo, um ano.

Pessoas e empresas com orçamentos apertados podem então optar por mudar a hospedagem periodicamente mas precisam lidar com dificuldades de transferir os dados e eventuais problemas de compatibilidade.

Caso não tenha conhecimento da parte técnica de montar um site, pode ser preciso contratar um especialista que geralmente cobra em torno de R$500 para montar o site de forma básica.

Quanto mais sofisticado o site for mais caro o serviço ficará, porque pode ser preciso contratar um designer gráfico para dar um toque especial no site.

Quem tem facilidade de se adentrar em assuntos tecnológicos e está sem orçamento para estes profissionais, também pode recorrer alternativas praticamente prontas gratuitas como temas de WordPress.

Após a instalação no servidor, o gerenciamento básico do site é bastante intuitivo e novas funções podem ser adicionais através de plugins.

Mecanismos de segurança contra hackers precisam ser implementados. Além de soluções profissionais que custam poucos reais por mês existem também alternativas gratuitas.

As pessoas sem orçamento algum, ainda podem criar sites em formato de blog com domínio blogspot.com e já ter todas as soluções inclusas. Porém esta solução não deixa uma imagem muito profissional.


Onde você pode conseguir mais ajuda?

Se você ainda tem dúvidas de como construir um site, sugerimos que você consulte o guia do Mestre Do Hospeda Site sobre criadores de sites. Ele presta um ótimo serviço avaliando cada pequeno ponto que você precisa saber. Esse guia avalia até o custo de cada uma das plataformas mais populares atualmente no mercado.