Puberdade e Saúde Reprodutiva

Como Contar para sua Mãe que Você Menstruou

Como Contar para sua Mãe que Você Menstruou

Escrito em parceria com

Equipe blogwiki

Neste Artigo:Aceitando a menstruaçãoFalando com sua mãe pessoalmenteFalando com sua mãe à distância8 Referências

Menstruar pela primeira vez pode ser assustador e a simples ideia de contar para sua mãe pode ser ainda pior – lembre-se de que isso é completamente normal e natural na vida de qualquer mulher; sua mãe passou por isso, sua avó também e sua bisavó também. Não precisa ficar nervosa, sentir vergonha ou medo. No futuro, você olhará para esse dia e se perguntará qual era o drama, pode apostar.

Parte 1

Aceitando a menstruação

  1. 1
    Aprenda o que significa menstruar. O ciclo menstrual é um processo mensal pelo qual o seu corpo passa para se preparar para uma futura gestação. No começo do ciclo seu corpo aumenta a produção de estrogênio, o que faz com que o endométrio (revestimento do útero) engrosse com sangue e muco. Ao mesmo tempo os ovários liberam um óvulo que, se for fertilizado por um espermatozoide, se fixará na parede do útero, agora engrossada. No entanto, se o óvulo não for fertilizado, ele desmanchará e será descartado junto do endométrio inutilizado, o que resulta na menstruação.[1]

    • O mais comum é ela descer pela primeira vez entre os 12 e 14 anos, mas é possível que desça até com oito anos de idade.
    • Todo mundo fala da famosa menstruação mensal, mas é comum ela ser irregular, especialmente no começo. Não se preocupe se ela não descer exatamente no mesmo dia todos os meses; é possível até que ela não venha em um mês ou outro. Em geral, ela pode ocorrer em ciclos de 21 a 35 dias, com duração entre três e cinco dias.[2]
  2. 2
    Tenha suprimentos. Cada garota tem sua preferência em relação aos produtos de higiene íntima. O melhor jeito de saber quais são os seus é experimentá-los! Você pode comprar produtos para menstruação em farmácias, mercados e pela internet, mas se souber onde sua mãe ou irmã mais velha guardam os delas, pode pedir para usá-los até conversar com sua mãe (provavelmente você os achará embaixo da pia do banheiro ou no armário). Há uma variedade enorme de produtos disponíveis para essa finalidade, alguns são descartáveis, outros são reutilizáveis.

    • Absorventes externos absorvem o fluído menstrual e podem ter abas com fitas adesivas para serem fixados à calcinha, dificultando vazamentos. Os protetores diários de calcinha (aqueles menorzinhos) devem ser usados somente no comecinho ou no final da menstruação, pois nesses casos um absorvente normal é exagero.
    • Absorventes de pano funcionam do mesmo jeito, mas são laváveis e reutilizáveis.
    • O absorvente interno é descartável; ele é inserido dentro da vagina e lá ele absorve o sangue antes de sair do corpo.
    • O coletor menstrual é um copinho inserido do mesmo jeito que os absorventes internos, mas é lavado e reutilizado ao longo da menstruação. Os absorventes internos e o coletor são ideais para usar em piscinas e para praticar esportes.[3]
  3. 3
    Controle as cólicas e a TPM. Tensão Pré-Menstrual é o termo usado para descrever um conjunto de sintomas que muitas mulheres sentem durante os dias ou semanas anteriores à menstruação[4]. Ela é causada por alterações hormonais e químicas que ocorrem durante o ciclo e podem ser afetadas pela dieta e níveis de vitaminas. Cada corpo é diferente, mas os sintomas incluem depressão, reações emocionais intensas, aumento no apetite, cansaço, inchaço, retenção de líquido, dor de cabeça e seios doloridos.[5] Cólicas muito fortes também são muito comuns, causadas pelas contrações que o útero faz para expelir o endométrio.

    • Analgésicos e anti-inflamatórios como aspirina e ibuprofeno podem ajudar com as dores.
    • Evite fumar (ilegal para menores de 18 anos), consumir álcool (também ilegal para menores de 18 anos), cafeína e sal em excesso (para prevenir a retenção de líquido e inchaço que ele causa).
    • Exercícios regulares ajudam a reduzir as cólicas e melhoram o humor.
    • Tenha uma dieta saudável e balanceada sempre.[6]
    • Tenha guloseimas saudáveis à mão para combater a fome. Quando estiver difícil controlar a vontade de comer, prefira alimentos mais saudáveis. Para desejo de salgados, coma arroz integral com um pouco de shoyu em vez de fast food gorduroso (cuidado com o sódio contido no shoyu). Faça um chocolate quente em vez de comprar barras de chocolate e faça “batatas-fritas” no forno quando quiser comer frituras.
  4. 4
    Prepare-se para a conversa com sua mãe. É importante ficar tranquila e não entrar em pânico quando sua menstruação descer pela primeira vez. É normal e não tem nada demais, assim como contar para a sua mãe. Dê tempo para se adaptar ao processo de mudanças que seu corpo está passando. Não se preocupe se não estiver pronta para contar agora – é seu corpo, sua decisão.

    • Antes de contar, esforce-se para estar relaxada. Faça o que for preciso, tome um longo banho, faça uma caminhada, leia um livro, tire uma soneca, respire fundo, enfim. Acalme-se.
    • Pense no que vai dizer para ela. Tente escrever as coisas mais importantes e ensaie.
    • Você pode pedir ajuda para uma enfermeira da escola, um médico, professora ou outro adulto em quem confia se estiver com dúvidas e ainda não estiver pronta para falar com sua mãe. Pode ser mais fácil contar para outra pessoa antes, assim não será tão difícil quando a hora chegar.
    • Você pode tentar conversar com uma amiga ou com algum parente se achar mais fácil. Outras meninas com idade superior à sua já devem ter passado por tudo isso e podem dar algumas dicas a você.

Parte 2

Falando com sua mãe pessoalmente

  1. 1
    Peça para falar com ela em um lugar reservado. Separe um momento tranquilo do dia para que vocês conversem sozinhas. Não se apavore! Tente não pensar demais nisso e vá direto ao ponto. Lembre-se: ela é sua mãe, ninguém no mundo ama você tanto quanto ela ou entende mais o que você está passando. Mencione o assunto do jeito que preferir, seja com música e coreografia ou falar que se sente desconfortável, mas precisa conversar. Se não souber bem como puxar o papo, tente algo como:

    • “Então mãe, minha menstruação desceu.”
    • “Mãe, vamos à farmácia? Eu preciso de uns produtos de higiene feminina.”
    • “Vai ser difícil, mas eu vou falar: eu menstruei.”
    • “Eu não sei como dizer, mas “aquilo” desceu.”
  2. 2
    Quando estiverem juntas, toque no assunto como quem não quer nada. Qualquer momento em que estiverem sozinhas é um bom momento para falar disso com sua mãe, ainda mais se a ideia de uma conversa formal for angustiante demais. Fale a caminho da escola, das aulas de futebol ou de piano, enquanto assistem TV, antes de dizer boa noite ou qualquer outra ocasião em que não tiverem pressa. Conte que a sua menstruação desceu assim, com simplicidade.

    • Introduza o assunto perguntando quantos anos ela tinha quando a menstruação dela desceu pela primeira vez, caso não se sinta confortável em falar abertamente.
    • Puxe uma conversa que não tenha nada a ver com o assunto e dê um jeito de incluir a informação no meio. Isso lhe dará tempo para pensar antes de começar a falar e o assunto pode surgir quando você se sentir confortável.
  3. 3
    Faça uma parada proposital no corredor de produtos de higiene íntima com ela. Sair para fazer compras juntas pode ser uma ótima oportunidade de contar para ela sobre sua menstruação sem ter que iniciar a conversa. Direcione-a para o corredor de produtos de higiene e perfumaria no supermercado ou na farmácia e diga que precisa pegar algumas coisas. Esse é um ótimo momento para pedir recomendações de produtos também e ela perceberá o que você está falando sutilmente.
  4. 4
    Faça perguntas. Menstruar significa que seu corpo está passando por uma série de mudanças. Tire todas as suas dúvidas com sua mãe. Esse é um bom jeito de fortalecer os laços entre vocês e provavelmente ela também quer conversar sobre uma porção de coisas.

    • Use esse momento para perguntar sobre saúde sexual, mas só se você estiver à vontade.
    • Pergunte se ela tem produtos favoritos, o que ela tem vontade de comer quando está menstruada e como ela lida com a TPM e com as cólicas.

Parte 3

Falando com sua mãe à distância

  1. 1
    Escreva um bilhete. Contar pessoalmente pode ser pavoroso e, se você não tiver coragem, pode contar por escrito. Assim, ela poderá puxar o assunto na próxima vez em que estiverem juntas sem ninguém por perto.[7] Deixe o bilhete em algum lugar que só ela tenha acesso, como a bolsa dela. O bilhete pode ser longo e complicado, ou curto e doce, como:

    • “Querida mãe, hoje eu menstruei pela primeira vez! Podemos ir à farmácia para comprar absorventes e outras coisas juntas mais tarde? Amo você!”
    • “Minha menstruação desceu. Será que você poderia trazer uns O.B.’s ou absorventes? Obrigada!”
  2. 2
    Conte pelo telefone. Você ainda pode contar pessoalmente mas pelo telefone, se não se sentir à vontade para falar cara a cara. Use as mesmas técnicas e estratégias que usaria se fosse pessoalmente ou diga algo como:

    • “Chego em casa em uma hora; podemos conversar quando eu chegar? Eu menstruei.”
    • “Hoje eu vou chegar um pouco mais tarde que o normal porque preciso comprar absorventes.”
    • “Podemos comer bolo de chocolate hoje? Estou com tanta vontade de comer um bolinho, desde o dia que a minha menstruação desceu.”
  3. 3
    Envie um SMS. Outro jeito de contar para ela o que está acontecendo é enviar um SMS. Não é a coisa mais pessoal do mundo, mas é efetivo. Você pode escrever uma mensagem semelhante à que escreveria em um bilhete, dizendo:

    • “Só para dizer que eu menstruei. A gente se vê em casa.”
    • “Podemos conversar em casa? Minha menstruação desceu.”
    • “Quando você vai fazer compras de novo? Minha menstruação desceu e eu preciso de algumas coisas.”

Dicas

  • Acompanhe suas menstruações para saber quando será a próxima; assim, você saberá se ela atrasar e poderá consultar um médico.[8]
  • Você não precisa jogar sua calcinha manchada no lixo, mas você terá de enxaguá-la o mais rápido possível e colocá-la para lavar.
  • Tenha sempre um kit emergencial na mochila ou bolsa, para nunca ser pega desprevenida.

Referências

  1. http://www.womenshealth.gov/publications/our-publications/fact-sheet/menstruation.html
  2. http://www.webmd.com/women/guide/treating-irregular-periods
  3. http://kidshealth.org/kid/grow/periods/period_school.html
  4. http://drauziovarella.com.br/mulher-2/tensao-pre-menstrual-2/
  5. http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/premenstrual-syndrome/basics/symptoms/con-20020003
  6. http://www.womenshealth.gov/publications/our-publications/fact-sheet/premenstrual-syndrome.html
  7. http://www.beinggirl.com/article/period-talk-with-mom/
  8. http://www.girlshealth.gov/body/period/


Como Comprar Preservativos

Como Comprar Preservativos

Escrito em parceria com

Equipe blogwiki

| 11 Referências

Neste Artigo:Comprando preservativos em um local físicoComprando preservativos on-lineEscolhendo um tipo de camisinha11 Referências

Se você nunca comprou preservativos (também chamados de camisinhas) antes, a tarefa pode parecer assustadora e difícil. No entanto, o processo é relativamente simples quando você sabe onde comprá-los e como escolher entre os diferentes tamanhos, estilos e materiais.

1

Comprando preservativos em um local físico

  1. 1
    Compre camisinhas comuns em uma farmácia ou supermercado. As grandes redes de supermercado, assim como as farmácias, geralmente oferecem vários tipos de preservativos e marcas, incluindo Durex e Jontex.[1]

    • Os preservativos geralmente estão nos caixas ou nas seções de higiene pessoal.
    • Dependendo da loja, eles custarão entre R$ 5,00 e R$ 15,00 para pacotes unitários ou com várias unidades.
  2. 2
    Compre preservativos diferenciados em lojas de produtos eróticos. Embora as camisinhas normais possam ser encontradas em qualquer supermercado ou farmácia, as lojas de produtos eróticos podem oferecer modelos mais diferentes, incluindo camisinhas com texturas, cores, sabores e aromas de vários tipos.

    • Normalmente, elas custam mais caro nas lojas de produtos eróticos em comparação aos supermercados e às farmácias.
  3. 3
    Pegue camisinhas gratuitas no posto de saúde mais próximo. Em diversas localidades, é possível retirar camisinhas gratuitamente nas unidades básicas e postos de saúde. Geralmente, elas ficam em uma área livre, onde você pode pegar quantas quiser. Em outros lugares, é preciso solicitar para um funcionário.[2]

    • Para mais informações, visite o site do SUS clicando aqui.[3]
  4. 4
    Veja se sua escola oferece preservativos gratuitamente. Se você está no ensino médio ou faculdade, verifique na enfermaria do seu campus se há camisinhas gratuitas disponíveis. Embora nem todos os campi ofereçam, muitos fazem campanhas de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e, portanto, distribuem preservativos gratuitamente.[4]

2

Comprando preservativos on-line

  1. 1
    A maioria das lojas de departamento online disponibiliza preservativos de diversos tipos para venda. Procure promoções em sites como das Lojas Americanas, Submarino ou de redes de farmácias. Dependendo da marca, pode ser que você pague até menos pelas camisinhas.
  2. 2
    Lojas de produtos eróticos também vendem online e oferecem uma grande variedade de preservativos, diferentes daqueles encontrados em lojas de departamento e farmácias. Você encontrará modelos com diferentes propósitos, que podem ajudar a apimentar sua vida sexual.[5]

    • Se você deseja comprar camisinhas sem que ninguém saiba, verifique como funciona a política de envio do site para garantir a sua privacidade.
  3. 3
    Compre preservativos em grandes quantidades para economizar. A maioria das lojas físicas oferece apenas pacotes únicos ou com poucas unidades. No entanto, nas lojas online, você pode comprar camisinhas em caixas, o que sai mais barato no final das contas.

3

Escolhendo um tipo de camisinha

  1. 1
    Decida qual material funciona melhor para você e o seu parceiro ou parceira. Camisinhas são fabricadas em diversos tipos de materiais. Cada uma tem sua particularidade, mas, se usadas corretamente, todas são eficazes na prevenção de doenças e gravidez.[6]

    • A borracha de látex é o material mais comum dos preservativos. O látex é barato e eficaz, mas, se você ou a outra pessoa tiver alergia ao produto, será preciso comprar um tipo de preservativo diferente.
    • A pele de cordeiro é uma alterativa natural ao látex e é extremamente eficaz para evitar uma gravidez indesejada. No entanto, ela não previne a proliferação de doenças sexualmente transmissíveis.[7]
    • Preservativos de poliuretano são mais fortes e mais grossos do que os de látex, o que significa que também são mais caros. Durante o uso, o material fica na mesma temperatura do seu corpo, fazendo parecer que você não está usando nada.
    • Preservativos de Tactylon® são mais elásticos que os outros, portanto, se ajustam melhor ao formato do pênis.
  2. 2
    Encontre uma camisinha para o seu tamanho. Para garantir que o preservativo não vai romper ou escapar durante a relação sexual, compre um tamanho que se encaixe no seu pênis corretamente. No geral, camisinhas de tamanho padrão servem em pênis de 10 a 18 centímetros de comprimento.[8]

    • Embora experimentar tamanhos diferentes seja a melhor forma para descobrir qual é o melhor, você também pode olhar as tabelas de tamanho nos sites das marcas.
    • A camisinha deve deslizar facilmente e ficar presa no mesmo lugar.
  3. 3
    Escolha uma textura que seja boa para você e a outra pessoa. Algumas pessoas gostam de nem sentir que estão usando camisinha, enquanto outras gostam de camisinhas que oferecem textura. Independentemente disso, todas são eficazes, então, escolha a que for melhor para você e o seu parceiro ou parceira.[9]

    • As camisinhas podem ter textura na parte interna para aumentar o prazer de quem está usando-a ou na parte externa, para dar mais prazer em quem está sendo penetrado.
  4. 4
    Compre preservativos lubrificados para uma experiência sexual mais confortável. Algumas camisinhas já vêm com lubrificantes, que ajudam a reduzir o atrito indesejado durante o sexo, deixando a experiência mais agradável para todos e evitanto que a camisinha se rompa.[10]

    • Também é possível comprar lubrificante separadamente. Os lubrificantes à base de água e silicone funcionam com maioria dos preservativos, mas para as versões de poliuretano e Tactylon, prefira lubrificantes à base de óleo.
    • Para mais proteção, compre camisinhas com lubrificantes que contenham espermicida. O espermicida é capaz de matar boa parte dos espermatozóides após a ejaculação. No entanto, tome cuidado, pois alguns espermicidas podem causar efeitos colaterais, incluindo irritação, ardor e infecções urinárias.
  5. 5
    Compre preservativos com cor, cheiro ou sabor para apimentar o momento de prazer. Lojas de produtos eróticos oferecem diversos tipos de camisinha, incluindo coloridas, fluorescentes, com sabor e com aromas diferenciados, como morango, menta e chocolate, para deixar sua vida sexual mais divertida.
  6. 6
    Como alternativa, você também pode comprar camisinhas femininas. As camisinhas femininas se encaixam na parte interna da vagina e também cobrem parte dos lábios, protegendo contra a gravidez e também DSTs. Embora não sejam tão comuns quanto as camisinhas masculinas, elas podem ser uma opção de proteção também.[11]

    • Camisinhas femininas são um pouco menos eficazes do que as masculinas, então, use-as em conjunto com algum outro método contraceptivo.
    • Não use camisinhas femininas e masculinas ao mesmo tempo.
    • A camisinha feminina pode ser colocada até 8 horas antes da relação sexual. Tal é uma ótima opção para casais que não gostam de interromper as preliminares para colocar um preservativo.

Avisos

  • Confira a data de validade do preservativo antes de comprá-lo.

Referências

  1. https://playsafe.health.nsw.gov.au/condoms/where-to-get-them
  2. https://playsafe.health.nsw.gov.au/condoms/where-to-get-them
  3. http://www.condomfinder.org/find.php
  4. http://www.seventeen.com/love/dating-advice/a12026234/these-are-the-10-best-places-to-get-condoms-for-free/
  5. https://playsafe.health.nsw.gov.au/condoms/where-to-get-them
  6. http://www.health.com/sexual-health/condom-types
  7. https://www.verywell.com/what-are-lambskin-condoms-906783
  8. https://www.hercampus.com/love/everything-you-need-know-about-condoms-were-scared-ask
  9. http://goaskalice.columbia.edu/answered-questions/do-textured-condoms-heighten-sexual-pleasure

Exibir mais… (2)