Segurança Windows

Phishing, Extorsão e outros Golpes: Como os Usuários Podem se Proteger no Cotidiano?

Ataques de Phishing, roubos de identidade, extorsão e outros golpes são muito frequentes no mundo virtual. Veja como se proteger!


O mundo virtual é uma selva. É a luta da presa contra o predador, um ambiente hostil e bastante violento. Isso parece exagero, certo? Pense nas suas redes sociais, nos seus jogos multiplayer, nos seus fóruns e serviços favoritos de chat, nos seus aplicativos fofos e em todos aqueles memes engraçados.

Com tudo isso, retratar a internet como um ambiente hostil parece um imenso exagero, certo? Errado. Os perigos existem.

Quais são esses perigos? Como se proteger deles? Você vai saber disso nesse artigo.

Os principais riscos aos internautas


Para qualquer pessoa conectada à internet, os principais riscos são a perda, roubo e uso indevido de informações pessoais como endereço, nome completo, números dos documentos (como CPF e carteira de identidade), a invasão dos dispositivos e outros processos que prejudicam direta/indiretamente os usuários.

A ação de hackers é uma constante. Ao contrário do que a maioria das pessoas pode acreditar, essas pessoas não estão interessadas apenas em roubar dados de grandes empresas e governos. A maioria dos ataques acontece contra pessoas “comuns”, alvos “pequenos” que, justamente por não se enxergarem como vítimas potenciais de hackers, são as vítimas mais fáceis e vulneráveis.

Você está online? Então, você também é um alvo em potencial.

O que é um hacker?


Hacker, em termos simples, é uma pessoa que invade sistemas sem autorização e/ou conhecimento de seus usuários com finalidades maliciosas e ilícitas – embora, hoje, haja uma preferência para usar termos como lammer ou script kiddie para se referir a essas pessoas, já que hacker vem sendo visto como inclusive o profissional que trabalha para empresas e governos para melhorar seus sistemas de segurança virtual, explorando as falhas e brechas do sistema para permitir que eles sejam aprimorados.

Os principais recursos dos hackers


Hackers se utilizam de vários mecanismos como phishing, keyloggers, malware, spyware e outros recursos. Vamos explicar, de forma simples, esses
principais recursos para invadir sistemas e te atacar. Tudo isso é chamado de ciberataque.

Phishing é o método de tentar roubar informações pessoais usando, principalmente, e-mails e websites com vírus e links maliciosos. Malwares são programas maliciosos usados por esses golpistas para infectar os dispositivos do usuário e permitir esse phishing

Exemplos de tipos de malwares são os keyloggers, que servem para memorizar as teclas digitadas pelos usuários e, assim, aprender suas senhas e dados de acessos a diversos serviços e plataformas, e spywares, que são programas silenciosos usados para espionar os usuários.

Muitos desses recursos passam despercebidos mesmo pelos melhores antivírus e sistemas de firewall.

Golpes virtuais e chantagens

Proteção contra Phishing

Os chamados golpes virtuais são uma realidade cada vez mais frequente. E-mails enviados para roubar senhas, falsas cobranças e débitos, websites maliciosos, falsas mensagens de órgãos do governo, programas e links suspeitos e perfis fakes perigosos: tudo isso constitui uma realidade quase inescapável no mundo virtual.

Na maioria dos casos, essas ações são tomadas por pessoas que você não conhece. Mas, com cada vez mais frequência, mesmo pessoas próximas podem te chantagear, ameaçar e tentar aplicar golpes.

É cada vez mais frequente o número, por exemplo, de mulheres que são chantageadas pelos parceiros, ex ou atuais: essas pessoas pegam fotos íntimas e fazem chantagem, ameaçando divulgá-las caso a pessoa não cumpra determinada exigência (principalmente enviando dinheiro). Muitas vezes, isso acontece por “simples” vingança.

Em outros casos, alguém desconhecido simplesmente envia uma mensagem de ameaça, afirmando ter suas senhas pessoais e exigindo algo de você – e, em grande parte dos casos, isso é um simples blefe. É o chamado sextortion ou extorsão sexual.

Esse é apenas um dos tipos de golpes virtuais praticados pelos chamados scammers. Ter precaução com as informações que você expõe e com as suas comunicações é uma ótima medida.

Algumas dicas de segurança

Proteção contra Phishing

Para evitar ataques de Phishing e outros perigos, os usuários podem tomar alguns cuidados. O primeiro deles é manter senhas fortes e informações pessoais em segurança. Além disso, é claro, ter um bom antivírus e um firewall ativo são algumas medidas básicas.

Ter cuidado com os e-mails que você recebe e procurar se informar sobre golpes virtuais mais básicos também é uma ótima dica. É importante frisar também a importância de ter cuidado com informações que você publica em redes sociais e quem você adiciona nos seus contatos.

Manter um bom provedor NordVPN. Um provedor VPN funciona como um servidor que aprimora a segurança da sua rede, que permite a criptografa das suas informações e melhora a confiabilidade do tráfego de dados da sua conexão, além de permitir a alteração do IP dos seus dispositivos e impedir a redução da velocidade da conexão por parte dos provedores de internet.

A melhor ferramenta de defesa são as suas atitudes. Se você tomar boas atitudes, as chances de se tornar vítima de golpes virtuais diminui muito. A prevenção continua sendo o melhor remédio.

Isenção de pagamento do IPVA é novo golpe de campanha maliciosa no WhatsApp.

Mais uma nova campanha maliciosa disseminada pelo WhatsApp está sendo propagada. Desta vez, promete isenção do pagamento do IPVA, em um suposto projeto social do governo federal.

Para se disseminar a campanha, além de utilizar o imposto sobre veículos automotores – pago no início do ano – como mote, eles também têm usado engenharia social e notificações dos navegadores e sites, visando enganar o maior número possível de usuários.

Mensagem maliciosa disseminada pelo WhatsApp

A campanha também tem se valido de notificações emitidas pelos navegadores, especialmente o Google Chrome – navegador mais popular no Brasil. O recurso existe tanto nas versões desktop quanto mobile.

   Mensagem maliciosa disseminada no navegador

Ao clicar nos links, as vítimas serão direcionadas para o site da campanha, que solicita que a mensagem seja compartilhada até completar a barrinha, conforme imagem abaixo:

A campanha segue as mesmas táticas de outras disseminadas na plataforma e identificadas nesse começo de ano pela Kaspersky Lab: o uso de temas populares e comuns aos usuários – o que sempre acarreta em um maior número de vítimas.

O primeiro mês de 2018 já registrou mais de 2 milhões e meio de vítimas desses ataques, somente no Brasil, e a tendência é que essas campanhas não parem ao longo do ano.

Como esse será um ano de eleições e contará com um dos maiores eventos mundiais esportivos, podemos esperar que muitos outros golpes circulando pelo WhatsApp no país, dada sua grande popularidade e facilidade de monetização por parte dos cibercriminosos”, afirma Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab no Brasil.


Para continuar evitando que os usuários caiam em golpes deste tipo, a Kaspersky Lab levantou as seguintes dicas:

• Desconfie de links recebidos:

Mesmo que a conversa não seja com um desconhecido, é preciso duvidar da veracidade da mensagem, ainda mais se inclui uma promoção; procure sempre confirmar no site oficial da empresa qualquer informação

• Cuidado com o mouse (ou o touch): 

Nunca clique em links de e-mails suspeitos, banners em sites ou acesse sites desconhecidos. Quando você tiver que visitar um banco online ou uma loja de varejo, digite manualmente o URL em vez de clicar em um link.

• Tenha uma solução de segurança robusta no seu celular e outros dispositivos:

Usar um software, como o Kaspersky Internet Security, que irá bloquear o acesso aos sites maliciosos, scripts que tentam alterar seu roteador e assim você terá uma navegação mais tranquila.

• Notificações: 

Não autoriza as notificações em qualquer website, mesmo que a pergunta não seja relacionada a isso. Revise sempre as configurações avançadas no seu navegador, seja no desktop ou smartphone e remova os sites desconhecidos que estão autorizados a emitir notificações.

Os links maliciosos dessas campanhas são todos bloqueados em todas as soluções da Kaspersky Lab, inclusive no Kaspersky Internet Security para Android.

Investigação sobre o Rastreador de Compras da Google

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do InfoTec Blog

Talvez nem todos os consumidores saibam, mas a maioria das transações e compras realizadas na internet são rastreadas e analisadas por mecanismos de busca.

Isso gera um certo desconforto por parte dos usuários, que acreditam ter seus dados roubados pelas empresas que realizam essas pesquisas – como é o recente caso da Google.

A gigante em pesquisas na web está sendo investigada pelo FTC (Federal Trade Commission), órgão dos Estados Unidos que defende os direitos do consumidor.

Tudo começou com a ferramenta “Store Sales Measurement” – que funciona para medir a receita gerada pela loja, ao invés de fornecer apenas a quantidade de visitas recebidas através do servidor de buscas ou pelos anúncios divulgados pela marca.

Aparentemente, a ferramenta consegue rastrear 70% das transações realizadas nos Estados Unidos, estabelecendo uma conexão entre as atividades on-line dos usuários e suas compras off-line. Apesar disso, a Google se recusa a revelar os métodos utilizados para adquirir essas informações.

Segundo James Libor, gerente de Marketing e Tecnologia da Virgin Holidays, as informações adquiridas são importantes para as empresas. Elas permitem calcular com precisão qual o impacto do investimento digital nos resultados da loja, especialmente através de dispositivos móveis.

Graças à ferramenta, a Google já conseguiu reunir dados de bilhões de transações. E uma das principais preocupações do FTC é que essas informações inseridas nos processos de compra são pessoais, incluindo dados de cartão de crédito e endereços.

A gigante das buscas afirma que a privacidade dos usuários não é invadida, mas continua se recusando a fornecer maiores detalhes sobre a ferramenta, além de impedir investigações mais aprofundadas.

A empresa ainda garante que os usuários podem desabilitar essa função a qualquer momento, basta ir nas configurações da sua conta e pausar a opção “Web and App Activity”.

Apesar das reclamações, a Google se posiciona dizendo que investiu em segurança, priorizando a privacidade dos usuários, antes mesmo de lançar a ferramenta. E completa assegurando que os dados são criptografados e mesclados, alegando não entrar em contato e muito menos compartilhar as informações sobre cartões de crédito.

Na dúvida, a melhor solução para evitar que seus dados sejam roubados é comprar um antivírus para proteger seu dispositivo e suas informações. É sempre válido lembrar: evite navegar em sites suspeitos e desconhecidos e, se possível, desabilite a função da Google em sua máquina.

E você, o que acha sobre a nova ferramenta da Google? Deixe seu comentário!

Porque você dever atualizar a versão mais antiga do Windows 10?

A Microsoft está abandonando o Windows 10 versão 1511 e você também deve.


Se você recusou as atualizações do Windows 10 da Microsoft nos últimos dois anos, agora é hora de atualizar.

A Microsoft anunciou que não está mais implementando atualizações de segurança e qualidade para o Windows 10 versão 1511, que foi lançado há quase dois anos, em novembro de 2015.


◊ O que é uma atualização de qualidade?

Existem dois tipos de atualizações da Microsoft: atualizações de recursos e atualizações de qualidade. As atualizações de recursos adicionam novos recursos e funcionalidades e geralmente são lançadas duas vezes por ano.

As atualizações de qualidade fornecem correções de segurança e confiabilidade e são lançadas mensalmente – normalmente no que é conhecido como Patch Tuesday, a segunda terça-feira de cada mês.

Quando a Microsoft diz que o Windows 10 versão 1511 não receberá mais atualizações de segurança e qualidade, está sendo apenas redundante; As correções de segurança são feitas por meio de atualizações de qualidade.


◊ E se eu estiver executando o Windows 10 Home ou Pro?

Isso é importante. O fim do serviço para o Windows 10 versão 1511 afeta não apenas as edições Windows 10 Home e Pro, mas também as edições do Windows 10 Education e Enterprise.


◊ Como faço para verificar qual versão do Window 10 eu tenho?

Na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite winver e pressione Enter. Isso abre a janela Sobre o Windows que informa qual versão do Windows 10 você está executando. Se listou como Versão 1511, é hora de atualizar.


◊ Como faço para atualizar?

Abra o aplicativo Configurações e escolha Atualizar e segurança . Em seguida, escolha Atualização do Windows a partir da coluna da esquerda e clique no botão Verificar atualizações.

Ou, se uma atualização estiver esperando por você, clique no botão Reiniciar agora para reiniciar o PC e instalar a atualização.

Alternativamente, você pode esperar até a próxima semana e instalar o Windows 10 Fall Creators Update quando for lançado em 17 de outubro.


◊ E se eu recusar?

Bem, seu computador continuará funcionando, mas você não receberá mais atualizações para corrigir as falhas de segurança, e isso pode deixar o seu computador mais vulnerável durante o uso. Você estará operando, como eles dizem, sem uma rede.

Como ativar o Login automático do Windows 10

Muitos usuários de computador preferem fazer login rapidamente no Windows 10 para iniciar uma seção em vez de inserir uma senha de acesso.

Você pode ativar o login automático do Windows 10  usando a opção padrão disponível no sistema operacional. O login automático ignora o processo que solicita a senha da sua conta.

Embora o login automático seja conveniente para a maioria dos usuários, observe que isso diminui a segurança do seu laptop ou desktop, especialmente quando o dispositivo é compartilhado com outras pessoas.

Se você desejar prosseguir e desativar a senha de login para acessar automaticamente o Windows 10, veja o passo a passo de como habilitar essas configurações.


Ativando o Login automático do Windows 10

Passo 1:

Abra o comando executar (Windows+ R) e digite netplwiz e pressione Enter. Isso trará a opção de contas de usuário no Windows.

comando de execução

 


Passo 2:

Na opção da conta de usuário, selecione o nome do usuário para o qual deseja desabilitar a senha de login (caso tenha várias contas).

No topo, você verá uma opção “Usuários devem inserir um nome de usuário e senha para usar este computador“. Desmarque esta opção e clique em aplicar.

Senha do usuário

 


Passo 3:

Na etapa final, você precisa inserir sua senha atual para a conta que deseja ativar o login automático. Clique em OK e isso permitirá o login automático no Windows 10.

Senha

Na próxima vez que você iniciar o Windows 10, não será solicitada a senha dessa conta.

Qual a importância e como criar uma senha segura na internet?

Desde a criação do ENIAC, o primeiro equipamento eletrônico chamado de PC no mundo, no dia 15 de agosto de 1943, a tecnologia esteve em constante evolução.

Ao longo dos anos, o computador se tornou uma “grande caixa” que armazena informações online sensíveis e valiosas da vida dos usuários, como registros médicos, fotos, documentos, dados bancários e muito mais.

Os sites utilizam procedimentos de segurança como a criação de login e senha para protegerem o usuário, porém, muitos não dão muita atenção na hora de elaborar uma senha – colocando a mesma para diferentes sites, por exemplo. E, é neste momento, que o usuário pode colocar tudo a perder.

Caso a senha não seja tão segura, o invasor pode obtê-la e, assim, acessar a conta para conseguir informações privadas. Portanto, o usuário precisa se perguntar o quão segura é a sua conta −  além de ter em mente as diferentes maneiras pelas quais um invasor pode adivinhá-la.

A Mozilla, desenvolvedora do navegador Firefox, além de chamar a atenção para a importância de se ter uma senha segura diariamente, aconselha os usuários da Web a procurarem o HTTPS e o ícone de bloqueio na barra de endereço do seu navegador antes de digitar senhas ou outras informações privadas em um site.

Com o objetivo de ajudar a manter o usuário a salvo do phishing – uma fraude eletrônica geralmente ligada a tentativa de adquirir informações importantes sobre vítimas, como dados pessoais, senhas, números de cartões, etc – o Firefox, entre outros navegadores, informa quais são os sites confiáveis. Caso o usuário visite um site que tenha phishing, um aviso será exibido em tela cheia: preste atenção e não use esse site!

Confira as dicas de segurança da Mozilla para manter o usuário sempre seguro:  


1. Usar senhas aleatórias e diferentes entre si para cada site – usar a mesma senha para diferentes contas, pode facilitar o processo de invasão do cibercriminoso. É importante criar várias senhas difíceis;

2. Usar um gerenciador de senhas para criar e lembrar de forma fácil todos os gerenciadores de senhas respeitáveis criptografam seus bancos de dados com uma “senha mestre”. A senha mestre é mais segura do que as senhas normais: porque nunca é enviada para um servidor (apenas usado em seu computador para criptografar o banco de dados);

3. Fazer respostas para questões de segurança tão fortes quanto as senhas neste caso, o usuário pode até mentir nas respostas, o que pode tornar ainda mais difícil de serem adivinhadas por outras pessoas;

4. Usar a autenticação de dois fatores o segundo fator está vinculado ao telefone do usuário, o que significa que, mesmo que um invasor tenha a senha, eles não podem fazer login na conta a menos que eles também tenham acesso ao telefone da vítima. (E vice-versa – se o telefone for roubado, os invasores não podem fazer login, a menos que recebam a senha da vítima.)

Estas dicas podem tornar um pouco mais trabalhoso o início de cada sessão. Mas, na Internet de hoje, onde milhares de senhas são roubadas todos os dias e as contas são negociadas no mercado negro, vale a pena criar mais barreiras para manter a vida online em segurança.

O Firefox possui, ainda, um recurso de Phishing e Malware Protection integrado que irá avisar quando uma página que o usuário visitou for marcada como maliciosa. Se o usuário vir um alerta, que se parece a isso, é só clicar no botão “Me tirar daqui!”.

Fonte: Mozilla

Como criar um ponto de restauração do Windows 7.

Durante a  vida útil de um computador instalamos e removemos programas inúmeras vezes do sistema operacional. Essas alterações podem causar falhas e graves problemas no Windows.

As vezes instalamos um programa e tudo parece correr bem, até que algumas funções começam a apresentar erros e outras nem funcionam mais.

Tudo que queremos nessa hora é não ter instalado tal programa. Mais para isso existe a Restauração do Sistema.

Essa função serve também para tentar solucionar qualquer comportamento anormal que venha ocorrer com o sistema. como falhas inesperadas ou alterações causadas por vírus e etc..

O objetivo da criação do ponto de Restauração de Sistemas é fazer com que o computador memorize todas as configurações que se referem ao funcionamento da máquina.

Desta maneira temos a opção segura de voltar atrás, quando instalamos ou alteramos algo no sistema e que futuramente venha causar danos no seu desempenho.

Siga os seguintes passos para realização do processo. Lembrando que os procedimentos aqui citados se referem ao Windows 7.

Criando o ponto de Restauração do Sistema
1– Clique no botão iniciar e digite Criar um ponto de Restauração na lacuna de pesquisa para localizar a função. Como na Figura abaixo.

2– Selecione a opção “Criar” na barra inferior da janela.

3– Digite um nome para identificar o ponto e evitar enganos posteriores.

4– Clique em Criar e aguarde o término do processo.
Após isso seu primeiro Ponto de Restauração está criado.

Agora o importante é saber também como reverter as configurações anteriores.

 Restaure o Sistema

1Abra novamente o menu iniciar e digite Restauração para encontrar o processo.

2– Caso a Restauração recomendada não seja a que você criou, marque a opção “Escolher outro Ponto de Restauração”.

3– Escolha o ponto de sua preferência e clique em avançar.

4– Salve os seus arquivos que você julgue importante e só depois de ter certeza que tudo está correto clique em concluir para iniciar a Restauração.

Em alguns casos demora vários minutos para o Windows 7 retornar as suas configurações anteriores. Mais na maioria das vezes a tarefa recupera o bom funcionamento do sistema.

Se você gostou deixe um comentário!

Como encontrar e eliminar um vírus que consome recursos do seu PC.

Os vírus também são uma ameaça para o desempenho dos sistemas. A baixa velocidade em um PC pode ser um sinal de infecção.

TuneUp sempre se preocupa em compartilhar seu conhecimento para melhorar o desempenho do PC, no entanto, até agora nunca havia abordado sobre estas importantes ameaças para a velocidade do PC: os vírus, trojans, worms, rootkits.

Todo mundo sabe que são um risco para segurança dos sistemas, e muitos deles têm um efeito grave para o desempenho do PC. Neste artigo, TuneUp ensina que tipo de impacto podem ter os vírus em um PC, laptop ou tablet, e como qualquer usuário pode ser capaz de relacionar um desempenho lento com uma infecção.

Por exemplo, se de repente um sistema começa a funcionar mais lento do que o normal, pode ser que a causa não esteja relacionada a uma configuração errada do sistema ou a aplicativos de outros fabricantes e sim devido a uma infecção de um vírus.

Há algumas semanas, TuneUp investigava sobre como os hackers pirateiam TuneUp Utilities e o que é dito sobre o produto (geralmente as críticas são muito positivas, e a maioria dos usuários adora o produto e paga por suas licenças).

O que TuneUp queria descobrir ao procurar por cópias ilegais do programa era como o produto é pirateado; pela geração de chaves ou alteração dos arquivos.

TuneUp extraiu cada um desses arquivos em uma máquina com Windows 8 e sem conexão à internet. E dois dias mais tarde, ao inicializar o sistema, os ventiladores giravam em máxima potência, algo mantinha o PC ocupado e deixava tudo mais lento.

Windows mostrava um carregamento de 100% e restavam apenas 59 minutos de bateria. Ao verificar o Gerenciador de Tarefas e organizar a lista de processos pelo uso da CPU, foi possível visualizar um “pequeno” intruso devorando o desempenho da CPU.

Clicando com o botão direito do mouse no intruso chamado “rss.exe” foi possível abrir o “diretório do arquivo”, uma vez ali, TuneUp identificou a origem do intruso em um arquivo Flash da Adobe, e se perguntou, Por quê um Flash precisa de um leitor de rss?

Uma rápida pesquisa online revelou que o intruso era efetivamente um vírus e imediatamente TuneUp finalizou o processo e eliminou todos os arquivos da mesma pasta.

Para não correr nenhum risco, foi feito o download do AVG internet Security 2013 e logo uma análise completa do sistema e não foi encontrada nenhuma infecção.

Baixar um vírus por meio de downloads ilegais não é algo difícil já que estes estão por todas partes. E os usuários arriscam a segurança dos seus PCs cada vez que instalam cegamente estes arquivos, especialmente no caso de que seus antivírus não estejam corretamente atualizados.

TuneUp fez diferentes testes em seus laboratórios para oferecer uma impressão de como um vírus pode afetar um sistema rapidamente. Comprovou tarefas simples como converter um arquivo MP3 para um formato AAC utilizando o iTunes, mediu a inicialização de um potente programa para edição de imagem, a duração da bateria e a temperatura do sistema.

Todos os testes foram realizados ao menos 3 vezes, cada um em um sistema com infecção e sem infecção. Os resultados foram surpreendentes, demonstrando que o sistema infectado precisa entre 2 a 7 vezes mais tempo para executar qualquer tarefa, a vida útil da bateria é reduzida para menos de metade do que o habitual e a temperatura se mantém um 50% acima do habitual e recomendado.

Os vírus não se limitam a serem pop-ups irritantes ou a provocar falhas no PC. Alguns deles apenas se instalam no sistema, completamente em silêncio e o tornam mais lento. Se o seu antivírus não está totalmente atualizado e o computador está lento, os usuários não devem concluir que precisam de um computador novo.

Se você gostou deixe um comentário!

Conheça e pratique os 10 mandamentos do notebook seguro.

O Notebook proporciona comodidade e flexibilidade de trabalho para muitas pessoas. Entretanto, utilizar este equipamento requer alguns cuidados especiais.

Não existe segredos para proteger o seu dispositivo de forma eficiente, mas alguns usuários tem maus hábitos de navegação e acabam não dando tanta importância para dicas simples de segurança o que pode ocasionar problemas futuros.

Descubra alguns pontos vitais para a proteção do seu laptop.


Sendo assim, devemos ficar atentos e cumprir fielmente os 10 principais mandamentos para manter o seu laptop seguro e protegido contra invasões.

1. Utilizar um software de proteção adequado para realização de transações bancárias e compras em lojas virtuais, onde você terá que informar dados pessoais e financeiros.

2. Evite conectar-se em rede wireless pública, uma vez que não possuem sistemas de proteção e são lugares preferidos de ladrões de identidade virtual.

3. Procure manter seu antivírus e anti-spyware de proteção atualizados, instalar o firewall e deixar habilitado a atualização automática.

4. Não esqueça de que a única forma de manter seu laptop protegido é instalar software de fabricante conhecido.

5. Evite habilitar a gravação de usuário e senha para acesso automático, ainda mais tratando-se de informações sensíveis, como informações financeiras. Caso contrário qualquer pessoa que acessar seu computador poderá ter acesso a essas informações sem nenhum esforço.

6. Assegurar de que não haja senhas e números de contas gravados em seu computador.

7. Utilizar diferentes contra senhas para seu computador e para contas bancárias, já que ter cuidado com o laptop enquanto estiver transitando de táxi, vale muito, pois roubos deste tipo são muito freqüentes.

8. Não utilize combinações previsíveis para criar suas contra senhas, como data de nascimento, nome de animal de estimação, data de nascimento dos filhos ou similar, pós as vezes essas informações são facilmente encontradas em perfis de redes sociais.

9. Uma forma prática de criar contra senhas é combinar letras e números, utilizando maiúsculas e minúsculas além de caracteres especiais, desta forma, evitar as ações dos “crackeadores”;

10. Se usar conexões sem fio, nunca deixe seu computador desassistido. O cuidado deve ser redobrado, pós em conexões WiFi, as informações trafegam “livremente”. Se a rede estiver configurada de forma inadequada qualquer pessoa pode capturar o que esta sendo transmitido.

Com o fim do suporte, o que é preciso fazer para continuar usando o Windows XP.

Microsoft finalizou o suporte para Windows XP e Office 2003 no passado mês de abril, isto significa que realmente chegou a hora de dizer adeus?

O bem-sucedido sistema operacional lançado em 2001 revolucionou a forma de trabalhar no computador. Com sua estabilidade e robustez, demonstrou ser melhor que seus sucessores em inumeráveis ocasiões.

O que não se pode negar é que ele foi o favorito e o mais querido pelos usuários entre todas as versões de Windows lançadas até o dia de hoje.

Microsoft retirou o suporte para Windows XP e Office 2003 em Abril deste ano, mas isto significa que chegou o momento de atualizar-se ou o fato pode ser simplesmente ignorado?

TuneUp responde a esta e outras perguntas que resolvem as principais incógnitas sobre este comentado assunto.


 O que significa o fim do ciclo de vida de suporte?
Há quase dez anos, a Microsoft estabeleceu sua política de ciclo de vida de suporte, que define quando finalmente deixa de oferecer assistência técnica para consumidores e empresas, assim como o suporte geral aos produtos através de atualizações, service packs e outras melhorias.


Quanta gente ainda utiliza o Windows XP?
É realmente surpreendente que este sistema operativo de treze anos de idade chegou a vender em sua história mais de um bilhão de cópias e ainda continua contando com uma grande quota de mercado de 30% entre todos os sistemas operativos existentes, apesar da chegada do Windows Vista, Windows 7 e, mais recentemente, o Windows 8 e 8.1. Em resumo, o Windows XP simplesmente se recusa a sucumbir.


O Windows XP continuará funcionando?
Sim. Depois do dia 8 de abril (data oficial de finalização), o sistema operacional continua trabalhando, porém a Microsoft já não proporcionará novas atualizações, patches ou suporte técnico.


É seguro continuar a utilizá-lo?
Uma ameaça importante para os usuários que seguem utilizando o Windows XP após o suporte ter terminado é que os seus sistemas já não serão atualizados para protegerem-se de novas ameaças.

Embora isto por si só não represente tanto perigo, abre-se uma porta a malwares especificamente projetados para atacar as vulnerabilidades do Windows XP.

Quando se trata de softwares instaláveis no PC, cabe a cada fabricante ou fornecedor decidir se vão continuar oferecendo suporte de seus produtos para computadores que utilizam Windows XP.


Softwares como o TuneUp Utilities continuará funcionando?
Sim. TuneUp Utilities e outros produtos da AVG continuarão funcionando em Windows XP.


O que fazer se ainda se utiliza Windows XP?
A TuneUp sugere enfaticamente que o usuário de Windows XP avance a um sistema operacional com suporte para que possa beneficiar-se das atualizações que melhoram a segurança, corrigem problemas e adicionam novos recursos. Para atualizar o sistema para uma versão mais recente do Windows, o usuário pode fazê-lo diretamente pelo site oficial do Windows.

Se você gostou deixe um comentário!

Cinco razões que fazem do Espião do Viber para Android uma necessidade para os pais.

Parece que muitos pais estão atrasados em relação aos filhos quando se trata de tecnologia. Ainda existe uma lacuna digital entre a geração que faz selfies nas mídias sociais e a geração colecionadora de fitas cassetes do passado.

Existem muitos aplicativos por aí ajudando os pais a se inteirarem com toda a tecnologia com que seus filhos andam envolvidos, e o espião do Viber para Android é um deles. Não é apenas uma ferramenta de monitoramento conveniente… hoje em dia, é uma necessidade absoluta para os pais. Aqui está o porquê.

* Jovens Estão Mudando Para Mensagens Instantâneas.
Estamos na era da recompensa imediata. Os serviços de mensagem do mundo todo estão melhorando para que as conversas sejam feitas em tempo real. Além disso, seus filhos sabem que podem confiar nos seus pacotes de dados.

Tendo isso em mente, os jovens de hoje estão mudando para as mensagens instantâneas rapidamente. Não significa que não estão usando mais a SMS – mas as mensagens de texto levam minutos e o Viber precisa apenas estar conectado ao WiFi para funcionar.

* O Viber é Conveniente
Os jovens só precisam baixar o Viber em seus telefones completamente grátis, para enviar mensagens e fazer ligações, completamente grátis também. Isso o torna muito conveniente.

Todo jovem tem uma conexão de internet disponível o tempo todo, e é tudo o que precisam para usar o Viber. Além do mais, está disponível para todos os telefones Android que existem.

* Online é a Nova Maneira de Cuidar de Seus Filhos

Sabe qual é o melhor motivo para usar o espião de Viber para Android para monitorar seus filhos? Porque monitorar online é mais fácil. Hoje em dia, não adianta tentar trazer seu filho para o mundo físico.

É preciso ficar de olho no modo como ele se socializa e interage com outras pessoas no mundo virtual também. E isso só é possível se você estiver familiarizado com os aplicativos e plataformas certas. Um aplicativo como o XNSPY auxilia pais a levaram o cuidado com seus filhos até o nível digital.

* O Monitoramento Viber é Útil
Monitorar com quem seus filhos conversam e o que estão conversando é muito importante. O Viber é tão conveniente por ser acessível para mais pessoas, o que faz com que mais pessoas tenham acesso ao seu filho. Não dá para saber se estão conversando com amigos ou estranhos.

Por isso é tão importante ter um aplicativo espião de Viber para Android. Com ele, você poderá ver para quem seu filho anda ligando, bem como ler todas as mensagens.

* O Monitoramento Digital de Maneira Fácil
É muito simples, basta apenas instalar o aplicativo e ler tudo o que ele grava para você. Até o pai menos inteirado de tecnologia pode fazer isso. Um aplicativo como o XNSPY pode ajudar também a marcar algumas palavras que você queira ficar de olho, no caso de perdê-las de vista no meio de todas as mensagens. Por isso, você estará sempre a frente.

Nessa nova maneira de monitorar seus filhos, o espião de Viber para Android é um passo na direção certa. Quanto mais próximos os pais estiverem dos filhos, mais responsáveis eles serão digitalmente.

Se você gostou, deixe um comentário.

Windows e softwares atualizados aumentam a segurança do computador

No último dia 12, todo mundo ficou sabendo da existência do ransomware WannaCrypt. Não que a ameaça não fosse conhecida anteriormente, mas devido ao ataque massivo que atingiu organizações em mais de 150 países, segundo informações das autoridades europeias, o ransomware acabou virando manchete em diversos meios de comunicação.

No entanto, o fato mais alarmante em todo este caso foi que a Microsoft já havia reparado a falha no Windows que abria às portas ao WannaCrypt em uma atualização liberada em março.

Com isso, torna-se cada vez mais evidente a necessidade de manter o sistema atualizado, bem como todos seus componentes, como drivers e programas instalados. Além disso, o uso de software original é outro fator determinante para garantir a segurança dos nossos PCs.

Um estudo feito por IDC – International Data Corporation comprovou que existe uma relação direta entre o número de software sem licença (pirata) e a quantidade de PCs infectados por malware. Por exemplo, no Brasil, 50% dos softwares são piratas e o país conta com 31% de PCs infectados por malware.


» Como manter o PC atualizado?

Preservar a segurança do computador por meio de frequentes atualizações não é tão difícil como pode parecer. De fato, existem ferramentas que podem facilitar nossas vidas e monitorar os PCs para notificar-nos de atualizações necessárias.

Para as atualizações do próprio sistema Windows, o mais fácil é certificar-nos que os ajustes do Windows Update estejam ativos.

No entanto, não são somente as falhas do sistema que são perigosas para a segurança dos nossos PCs. Os softwares e drivers normalmente são atualizados não somente para oferecer uma melhor performance, mas também para corrigir erros que ameaçam a segurança do usuário pois servem uma porta de entrada ao PC.

Neste sentido, no que se refere às atualizações de drivers, essenciais para o correto funcionamento de hardware, como teclado, mouse e placa de vídeo e áudio, e de softwares instalados no PC (com tal que sejam softwares originais), a função SmartUpdate do Steganos Tuning PRO proporciona a ajuda ideal.


» Como funciona o SmartUpdate

Basta abrir o Tuning PRO e selecionar a função SmartUpdate na interface do programa. Desta forma, o Tuning PRO começará a analisar o computador e listará todos os softwares e drivers que precisam ser atualizados.

Com poucos cliques e em uma única interface conseguimos instalar as últimas versões dos softwares e drivers facilmente.

Além disso, o SmartUpdate inclui ferramentas para apagar vestígios de navegação na internet para aumentar nossa privacidade online, bem como um recuperador de arquivos excluídos um eliminador de dados seguro que permite apagar arquivos permanentemente.


» Extras do Steganos Tuning PRO

O Tuning PRO ainda inclui outras duas funções principais: 

SmartCleanner: essencial para melhorar o desempenho e velocidade do PC. Esta função permite excluir arquivos desnecessários, esvaziar a lixeira de forma segura e permanente, limpar e desfragmentar o registro, além de propor soluções para economizar no consumo de bateria do computador.

SmartTurbo: o Windows possui tantos componentes que muitas vezes esperamos vários minutos para que o mesmo ligue ou desligue. Esta função otimiza as configurações de início automático, serviços e configurações do Windows para otimizar o PC.

Além disso, inclui uma ferramenta para desfragmentar o disco.O programa também inclui um modo de alta velocidade, que ao ser ativado ajusta algumas configurações automaticamente para melhorar a velocidade do computador.

Igualmente, a função otimização com 1 clique resolve todos os problemas da forma mais fácil possível, e até mesmo é possível programar para que realize análises automáticas do sistema e do PC.

Para mais informações sobre o SmartUpdate e as outras funções do programa, visite o site oficial do Tuning PRO. O software pode ser testado na íntegra durante 7 dias e está disponível em uma subscrição de 1 ano para um ou três PCs.