Hardware Tutoriais

Como excluir o histórico de filmes e séries assistidos no Netflix.

Eu realmente assisti isso? Veja como excluir seu histórico de exibição do Netflix.

Você está compartilhando uma conta Netflix com amigos ou familiares e não quer que eles saibam que você assistiu a um determinado filme? 

Um de seus colegas de faculdade ainda está usando seu login para assistir animes estranhos? Ou talvez você esteja simplesmente cansado das recomendações da Netflix que nada tem a ver com o seu gosto.

Há várias razões pelas quais você pode limpar o seu histórico de exibição do Netflix e, felizmente, o processo para isso é incrivelmente simples – mesmo que não seja imediatamente óbvio. 

Todo mundo terá algum motivo especial para apagar o seu histórico nos serviços de Streaming, então vá em frente e limpe o seu. Veja como excluir seu histórico de exibição do Netflix.

Etapa 1: Primeiro, faça login na sua conta Netflix usando o navegador de sua escolha. Como o seu histórico de visualizações é específico ao seu perfil individual, você deve escolher o perfil certo se houver vários usuários no seu login. 

Se você selecionar acidentalmente o perfil errado, não se preocupe, poderá escolher outro usando o menu suspenso no canto superior direito.

Tela do Perfil Netflix

Etapa 2: Em seguida, vá para o menu suspenso acima mencionado no canto direito e selecione o botão Conta .

histórico netflix

Etapa 3: uma vez lá, role a tela para baixo até a seção Meu perfil e clique no link azul Exibindo atividade. Isso o levará a uma página que mostra tudo o que você assistiu.


Como limpar o histórico netflix

Etapa 4:  À extrema direita de cada entrada, haverá um símbolo de “não” com barra invertida. ( Nota do editor: as imagens abaixo mostram um “X” em vez do ícone mais recente de barra invertida que a Netflix utilizou, mas você entendeu.)

excluir histórico netflix

Clicar neste ícone removerá a entrada do seu histórico (e, assim, eliminará qualquer impacto que possa ter tido em suas recomendações personalizadas). Pode levar até 24 horas para que a alteração entre em vigor.

Como excluir o histórico netflix

Importante: Para programas de televisão, cada episódio será listado individualmente, rotulado por temporada e título do episódio. Clicar no ícone de barra invertida em um único programa removerá apenas esse episódio específico. Você receberá um aviso perguntando se deseja remover a série inteira e um clique rápido fará exatamente isso.

Tela de configurações netflix

Etapa 5:  deseja excluir todo o seu histórico de visualizações de uma só vez? Agora você pode. Role até o final da lista e você verá um link que diz Ocultar tudo. Clique nele e escolha Sim, oculte todas as minhas atividades de visualização no pop-up de confirmação da Netflix. Após 24 horas, seu histórico desaparecerá.

E é só isso! Os títulos ofensivos, as séries adolescentes ou filmes de terror – serão removidos da sua história e ninguém saberá o que você assistiu no Netflix recentemente.


Fonte do texto e imagens: https://www.digitaltrends.com

O que a próxima geração de videogames tem a nos oferecer?

Após quase sete anos de protagonismo de videogames como Xbox One e PlayStation 4, finalmente a nona geração de videogames está prestes a sair do papel.

Com expectativa para lançamento dos novos consoles de Sony e Microsoft, o mercado dos games deve passar por uma transformação gigantesca nos próximos dois anos. Mas o que esperar dos novos consoles das duas principais gigantes do mercado?

Projeto Scarlett, Microsoft

Videogames Xbox - Microsoft

O novo projeto da Microsoft para a próxima geração de consoles foi revelado ao público na E3 2019. Segundo o jornalista Brad Sams, o console sucessor da Xbox One e Xbox One S, que tem o nome de código Project Scarlett, chegará ao mercado no Natal de 2020.

O design do Scarlett e detalhes específicos ainda não foram revelados de maneira oficial, mas o principal objetivo da Microsoft é lançar um console em que os jogos tenham desempenho em 4K nativo a 60 FPS, de acordo com Sams.

A empresa já confirmou que o novo console virá equipado de discos SSDs de próxima geração e memória GDDR6, que reduzirão o tempo de carregamento e possibilitarão formas mais rápidas de entrar em partidas multiplayer.

Já o processador do Projeto Scarlett será fabricado com arquitetura AMD. Além disso, o novo console poderá ser equipado com a tecnologia de GPU (Graphics Processing Unit) da próxima geração da AMD.

Um dos principais questionamentos das pessoas é com relação ao preço de lançamento. De acordo com Phil Spencer, chefe da divisão Xbox da Microsoft e também da Microsoft Studios, a empresa já tem um preço em mente para o novo console.

“O preço será importante. O preço é claramente uma das coisas que as pessoas querem saber e estamos atentos ao preço dos componentes que estão a chegar, coisas como esquemáticas e outras coisas, a tentar descobrir qual será o preço no próximo ano.

Temos um preço em mente e penso que conseguiremos chegar lá, mas queremos ter a certeza que tudo é bem feito, para ser o preço que conseguimos”, afirma ele.

Playstation 5 (PS5), Sony

Videogames PlayStation 5 Sony

Diferentemente da Microsoft, a Sony divulgou mais informações sobre hardware e novas tecnologias. Embora seu design externo ainda seja um mistério, os componentes internos são muito promissores.

O PS5 terá um chipset AMD de 8 núcleos feito sob medida baseado na arquitetura Ryzen de terceira geração, com uma GPU poderosa da família de Radeon Navi (com tecnologia Ray Tracing); um sistema de armazenamento SSD; áudio 3D; compatibilidade retroativa com jogos PS4; hardware PSVR e suporte para TV 8K.

Outra novidade é novo sistema para games em nuvem. Embora já existam serviços para jogos em nuvem, como Xcloud e o PS Now, ainda se trata de um mercado inexplorado. Não por acaso, Sony e Microsoft farão uma parceria para jogos em nuvem já na próxima geração de consoles.

O acordo entre ambas as partes foi assinado no primeiro semestre de 2019 e entrou para a história dos videogames. As duas concorrentes utilizarão as atuais soluções com base em datacenter do Microsoft Azure para os serviços de streaming de jogos e conteúdo da japonesa Sony.

Com isso, o PS5 poderá ter jogos em nuvem equipados com o Microsoft Azure, por exemplo. Porém, as empresas ainda não revelaram mais detalhes sobre quais recursos serão utilizados para desenvolver uma ferramenta streaming compartilhada.

“Acredito que o desenvolvimento conjunto (entre Sony e Microsoft) de futuras soluções em nuvem contribuirá muito para o avanço do conteúdo interativo”, disse Kenichiro Yoshida em comunicado oficial, presidente e CEO da Sony.

Outras experiências como realidade aumentada e realidade virtual deverão ser um componente importante da proposta para os consoles da próxima geração, mas precisarão passar por algumas mudanças em relação a atual e oitava geração.

Uma nova tendência de mercado para os videogames é que alguns fabricantes de hardware e empresas de tecnologia estão criando headsets independentes focados apenas em realidade virtual ou realidade aumentada.

Independente da preferência por Sony ou Microsoft, a nova geração de consoles deverá causar um grande impacto no mercado de jogos na próxima década, possibilitando formas de experiência que jamais foram experimentadas pelos jogadores.

Como criar partições no Disco Rígido do PC Windows.

Quer criar várias partições no seu HD? Veja como particionar o disco rígido do computador no Windows e gerenciar melhor os seus arquivos e programas.


Particionar seu disco rígido é uma ótima maneira de organizar seus arquivos, pastas e aplicativos em suas próprias unidades virtuais. Embora haja vantagens em ter várias unidades físicas com o mesmo propósito.

Com o aumento de discos rígidos de vários terabytes, particionar uma única unidade é um método viável para fornecer ao seu sistema a funcionalidade de vários discos com muito espaço em cada um, sem aglomerar os seus arquivos em um único local.

Se você acabou de comprar uma nova unidade e quer dividi-la, precisará particioná-la antes de usá-la. Se você está trabalhando com uma nova unidade, ou apenas procurando particionar uma já existente, o processo é praticamente o mesmo. 

Felizmente, aprender a particionar seu disco rígido no Windows 10 é rápido e fácil. Se você seguir as etapas abaixo, nós ajudaremos a levá-lo de um único sistema de acionamento para um com o número de unidades virtuais desejado em apenas algumas etapas rápidas.

Se você deseja criar novos volumes para fins de backup, recomendamos que use discos rígidos externos. Se você preferir que outra pessoa manipule o processo de backup para você online, o ideal seria usar provedores de nuvem para guardar os backups.

GERENCIAMENTO DE DISCO DO WINDOWS

A maneira mais simples de particionar seu disco rígido novo ou existente é com a ferramenta interna de gerenciamento de disco do Windows. 

Ainda que alguns aplicativos de terceiros tenham um conjunto de recursos ligeiramente expandido, a ferramenta padrão do Windows é perfeitamente capaz de criar novas partições para você trabalhar. 

Embora as etapas abaixo sejam especificamente para sistemas Windows 10, elas também são aplicáveis ​​ao Windows 7 e 8.1, em que o processo é praticamente o mesmo.


Etapa 1: Use a caixa de pesquisa do Windows para procurar pelo Gerenciamento de disco  e selecione Criar e formatar partições  do disco rígido na caixa de resultados. Como alternativa, use o  menu de usuário avançado do Windows (tecla Win + X) e clique em Gerenciamento de disco.

Pesquisa Gerenciar disco no Windows 10
Pesquisa Gerenciar disco no Windows 10

Etapa 2: Selecione o disco rígido que você deseja particionar na lista de unidades disponíveis. Se for uma nova unidade, pule para a Etapa 4 . 

Se for uma unidade existente com arquivos e até mesmo o sistema operacional instalado, você precisará criar um espaço não alocado antes de poder particioná-lo. Clique com o botão direito do mouse e selecione o volume de redução no menu suspenso resultante.

Expandir Volume de Partição
Expandir Volume de Partição

Passo 3: O seu PC irá calcular quanto espaço livre você pode alocar para a nova partição. Depois de concluído, ele perguntará quanto você deseja usar. Se você quiser usar todo o espaço livre no disco rígido, basta clicar no  botão Reduzir

Se você quiser especificar o tamanho da partição eventual, insira-a em megabytes no respectivo campo, antes de pressionar Diminuir.

O processo pode levar alguns minutos, dependendo da velocidade da sua unidade, mas, quando concluído, você terá um novo espaço não alocado mostrado ao lado da unidade física correspondente na metade inferior da tela Gerenciamento de disco.

Etapa 4: Clique com o botão direito do mouse no espaço Não alocado e selecione Novo Volume Simples no menu resultante.

Etapa 5: Siga as instruções na tela e selecione o tamanho do volume (o padrão usará todo o espaço não alocado) e a letra da unidade.

Etapa 6: É aconselhável formatar unidades novas e antigas ao criar uma nova partição. Quando tiver a opção, selecione para fazer isso. Para o sistema de arquivos, selecione NTFS

A  opção exFAT é mais comumente usada para dispositivos portáteis. Você também pode adicionar um rótulo de volume – nome – se desejar. Você pode deixar o tamanho da unidade de alocação como padrão. Selecione o formato rápido se você estiver com pouco tempo. Um formato completo raramente é necessário.

Partições do HD

Etapa 7: Continue clicando nos  botões Avançar e, finalmente, pressione Concluir para criar o volume. Seu disco rígido agora terá uma nova partição com sua própria designação. Você poderá vê-lo e todas as informações sobre ele na página Gerenciamento de disco.

ALTERNATIVAS DE TERCEIROS

Se você preferir usar uma ferramenta de terceiros específica para particionar seu disco rígido no Windows 10, há alguns que valem a pena considerar. Estes são alguns que podemos recomendar:


EaseUS Partition Master Gratuito


Com ferramentas para mover e redimensionar partições, limpando-as e alterando rótulos e designações, o Partition Master Free do EaseUS é uma ótima ferramenta usada por milhões de usuários em todo o mundo. 

Ele ainda vem com um “Partition Recovery Wizard”, que pode ajudá-lo a recuperar partições perdidas ou excluídas após uma falha no disco rígido.


Mini Assistente de Partição de Ferramentas Grátis


O aplicativo de particionamento da Mini Tool é totalmente caracterizado, mesmo na versão gratuita, e adiciona a capacidade de converter sistemas de arquivos sem formatar uma unidade e até mesmo testar a estabilidade do seu disco rígido para ver se há setores defeituosos.


GParted


Incrivelmente leve, o GParted não é o mais bonito dos gerenciadores de partição, mas tem amplo suporte para sistemas de arquivos e formatos e possui um conjunto completo de habilidades de criação, redimensionamento e exclusão de particionamento.


Fonte: Digital Trends

Como corrigir cartão de memória danificado e recuperar dados?

Posso corrigir o erro do cartão de memória danificado sem formatá-lo e ainda recuperar os dados?


Nesta manhã, quando eu tentei compartilhar algumas fotos no meu celular através do Facebook, recebi uma mensagem de erro no cartão SD – “o cartão SD está danificado. Tente formata-lo.”

Quando tentei efetuar a formatação, logo lembei que “Formatar o cartão SD”, iria excluir todos os meus arquivos.

Como existem muitos arquivos importantes, incluindo centenas de imagens, uma coleção dos meus filmes favoritos e dezenas de documentos, decidir antes de tudo tentar recuperar o cartão sem perder meus dados.

Existe alguma solução de recuperação de cartão SD danificado confiável que eu posso usar para corrigir o erro de cartão SD sem formatação? Pesquisei e encontrei duas formas de recuperar o cartão de memória danificado.

A primeira opção é através de um processo simples do Windows, que no  meu caso não funcionou.

A segunda alternativa foi usar um software de recuperação de dados, com essa ação conseguir de volta todos os meus arquivos, mas não conseguir reaproveitar o cartão.


♦ Segue abaixo o passo a passo de como proceder nos dois casos:

Quando o seu cartão de memória está danificado ou corrompido devido a certas razões, os seus dados irão geralmente tornar-se inacessíveis.

Se você tentar abri-lo no seu computador, o Windows irá lembrar que o cartão não está acessível porque o arquivo ou diretório está corrompido e ilegível.

Neste momento, você pode tentar duas soluções para recuperar um cartão SD danificado ou corrompido, usando chkdsk ou software de recuperação de dados de terceiros para corrigir o cartão e recuperar arquivos perdidos.

Antes de começar, uma coisa que você deve observar é que vai ser preciso parar de usar o cartão SD danificado até recuperar totalmente os seus arquivos, ou você pode sofrer com falhas na recuperação de dados.


» Usa chkdsk para recuperar cartão SD corrompido sem perder os dados

Comando “chkdsk” é a sua primeira escolha para recuperação de cartão SD danificado. Não exigindo formatação, ele permite fixar um cartão SD corrompido sem perda de dados. Agora vamos ver como ele funciona. (Estou usando o Windows 7 para esta demonstração.)

1 – Conecte o seu cartão SD ao seu computador com um leitor de cartão.

2 – Vá para o menu Iniciar, digite “cmd” na barra de pesquisa, pressione Enter e então você pode ver algo chamado “cmd. exe” em uma lista de programas.

3 – Clique com o botão direito em “cmd. exe” e em seguida, você receberá a seguinte janela de comando que lhe permite corrigir o seu cartão SD corrompido sem formatação.

4 – Digite “chkdsk /X /f letra de cartão SD:” ou “chkdsk letra de cartão SD: /f “, por exemplo,“chkdsk /X /f G:” ou “chkdsk h: /f”.

Terminando todas as etapas, o Windows irá verificar e corrigir o sistema de ficheiros do cartão SD. Ele normalmente leva vários minutos.

Depois disso, se aparacer a mensagem “Windows fez correções no sistema de arquivos” na janela de comando, então parabéns! Os seus arquivos foram recuperados.

O cartão de memória danificado é corrigido com êxito e você pode acessar seus dados com facilidade. Se esse processo não funcionar, você deve tentar um software de recuperação de dados eficiente para corrigir o cartão SD danificado e recuperar seus dados.


» Usando o Wondershare Recoverit para recuperar dados do cartão memória danificado

Recoverit é um software de recuperação de dados profissional que pode ser usado para recuperar os dados apagados, formatados ou inacessíveis em vários dispositivos, inclusive, é possível recuperar arquivos pen drive e cartão de memória.

O cartão de memória é um dos dispositivos favoritos que os usuários usam para armazenar fotos, videos e áudio, principalmente nos Smartfones.

Por isso, recomendamos o Recoverit, com a sua poderosa capacidade de recuperação de dados e a interface amigável, é a melhor escolha para restaurar fotos apagadas do seu cartão de memória ou outro dispositivo.


» Como usar a ferramenta

Passo 1: É preciso baixar e instalar a versão do software de acordo com o seu sistema operacional. Note que após a instalação do programa o passo a passo a ser seguido é o mesmo, independente se você usa Windos ou Mac.

Passo 2: Com o programa já instalado, conecte o seu cartão SD no computador e na janela principal clique na opção Recuperação de dispositivos externos” para começar o processo de restauração.


Passo 2: Na tela seguinte vai aparecer os diversos dispositivos que você pode selecionar para dar continuidade ao processo de recuperação. No nosso tutorial estamos ensinando como recuperar o cartão de memória.

Então você vai precisar selecionar a opção Cartão SD.


Passo 3: Nessa etapa, apos o seu computador identificar o dispositivo, será mostrado também informações importantes do cartão, como nome, padrão de armazenamento e a capacidade total e disponível.

Geralmente quando você seleciona a opção Cartão SD, na etapa anterior, vai aparecer só um drive disponível, isso ocorre porque a maioria dos computadores possuem apenas uma entrada para esse tipo de dispositivo.

Selecione o drive corresponde ao nome do seu Cartão e clique em “Iniciar”.


Passo 4: Quando concluir totalmente a verificação, será possível pre-visualizar todos os arquivos e você poderá selecionar os dados que de fato deseja recuperar.

Por exemplo, é muito fácil recuperar videos apagados através do Recoverit, basta filtrar apenas arquivos de vídeo no menu “Ver arquivos”, será mostrado apenas os seus videos que foram excluídos.

Após selecionar os arquivos que você pretende restaurar é só clicar em “Recuperar”.


» Dicas importantes para recuperar os arquivos corretamente

A recuperação de arquivos que foram apagados de um cartão SD, na maioria das vezes é facilmente concluída com sucesso nas seguintes situações:

1 - O usuário excluiu os arquivos do cartão intencionalmente ou mesmo sem querer. 
2 - Quando houve alguma queda de energia durante o uso do cartão.
3 - O dispositivo foi infectado com vírus.
4 - Quando o usuário formata o cartão completamente.

♦ As vezes os cartões de memória sofrem perdas de arquivos devido a um erro físico do cartão, na maioria desses casos esses erros são irreparáveis e torna-se quase impossível recuperar os dados.

♦ Se durante o uso você perceber que houve algum problema com o seu cartão de memória, como falhas, erros ou perda de dados, não tente utiliza-lo novamente, retire o cartão do seu dispositivo e guarde em um local seguro.

♦ Evite retirar o cartão do computador durante o uso, utilize a opção para ejetar o cartão antes de retira-lo.

♦ Não exponha o cartão a temperaturas extremas. O calor pode danificar componentes importantes do dispositivo.

♦ Evite utilizar o cartão SD em vários dispositivos e jamais conecte o cartão em computadores invectados com vírus.


E você, quais medidas utiliza para manter o seu cartão de memória seguro e em perfeito funcionamento?

Como recuperar um HD com erro nas partições.

Se o problema não foi ocasionado por um dano físico no seu HD, o Easeus Partition Recovery, um programa muito eficiente pode ajudar a recuperar os seus arquivos perdidos e quem sabe trazer o seu disco rígido de “volta a vida”.

O EASEUS Partition Recovery é uma ferramenta criada exatamente para este tipo de situação, na qual o usuário não consegue acessar determinada área do disco em virtude de erro de inicialização, gravação ou simplesmente quando ocorre um erro na partição.

O programa funciona por meio de um assistente, no qual o usuário é guiado passo a passo pelo processo de recuperação, para garantir que a partição perdida seja corretamente restaurada.

Em muitos casos os danos ocorridos no HD está relacionado a uma partição danificada e provavelmente esse programa resolverá  a questão.

O diferencial desse Software é que se o problema estiver em uma partição do Windows, e você não conseguir rodar nada, há um  pacote especifico do aplicativo para realizar essa árdua tarefa, que deve ser utilizado junto com os discos de instalação do sistema.

Vale lembrar que o EASEUS Partition Recovery não é uma ferramenta para recuperação de arquivos perdidos em virtude de exclusão ou formatação do disco. Apenas a partição do arquivo é recuperada.

Para recuperação de arquivos deletados por engano, você pode utilizar o Recuva (gratuito) ou o Recover My Files (versão experimental).
Importante – Antes de instalar qualquer programa no seu computador, é indispensável criar um ponto de restauração do sistema, para que se algo der errado você possa retornar as suas configurações anteriores.

Se você gostou deixe um comentário!

2 thoughts on “Como recuperar um HD com erro nas partições.”

  1. Harold disse:

    Estava desesperado, pois uma partição não acessava de jeito algum, baixei o RECUVA que voce mencionou….e adivinha…..recuperei tudo. Muito obrigado.

    Responder

    1. Luis Carlos Sá disse:

      Obrigado Harold
      Volte Sempre!

      Responder

Deixe uma resposta Cancelar resposta



Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mantenha seu HD rodando sempre em alta performance

Está ferramenta que irei sugerir a vocês foi testada por mim e gostei muito do resultado, desenvolvida especialmente para quem deseja otimizar o Windows, gerando melhorias de desempenho nos softwares e hardwares.

O Smart Defrag, é uma alternativa eficaz ao desfragmentador original do Windows que é mais lento, demorando muito pra concluir o processo de desfragmentação.


Mas, o que é desfragmentar o disco?
Um computador usado com frequência, realiza muitos processos, como instalar e desinstalar programas, você adiciona, edita, cria pastas e remove muitos dados durante sua utilização, isso deixa o disco rígido mais inconsistente e cheio de fragmentos de arquivos que dificulta a leitura e a busca pelos mesmos.

Daí a necessidade de desfragmentar o disco, que nada mais é que o processo de reorganização de todos os arquivos do seu HD. Com os arquivos em ordem o computador tem menos trabalho para achar o que você procura deixando o computador mais ágil.


Como usar o Smart Defrag para desfragmentar 
Após a instalação do programa, o primeiro passo é escolher qual disco você vai desfragmentar essa opção é selecionada no painel do Software já em execução, depois é só clicar em iniciar para começar o processo.

Assim que a desfragmentação for finalizada, será exibido um relatório contendo todas informações encontrada durante a execução. Como duração do processo, Espaço livre no disco, a porcentagem de otimização e uma lista de arquivos remanejados.


Menu Ferramentas
Do lado esquerdo da Interface do programa você irá encontrar uma barra de ferramentas com todas as funcionalidades do programa, e o melhor é que todas as opções estão em português.

O Smart Defrag permite que você agente um processo de desfragmentação, ou ainda repetir o processo todo os dias ou semanas dependendo da configuração que você achar melhor, e do grau de utilização da sua máquina.


Melhorias na Nova Versão
Apesar que nada foi mexido na sua interface, a versão atual ganhou suporte para o idioma português. A exibição dos relatórios vem com as informações mais detalhadas, permitindo ao usuário uma visualização mais simples e organizada.

O programa é perfeitamente compatível com o Windows 7 e mais estável que sua versão anterior.

Para fazer o Download do Programa clique aqui.

Se você gostou deixe um comentário!

Conheça a diferença entre placas On-board e Off-board.

Há algum tempo atrás quando tentava colocar uma placa de vídeo no meu computador, comecei a pesquisar a melhor opção, como ainda era leigo no assunto me deparei com duas difíceis palavras – on-board e off-board, que no caso são os modelos de placas disponíveis.

Depois de todo esse tempo ainda encontro na internet muitas pessoas com a mesma duvida que eu tinha na época.

Visando esclarecer um pouco a diferença entre esse dois conceitos de placas resolvi escrever este pequeno tutorial pra uma breve explicação.


≡ Placa On-Board

Chamamos de placas on-board as que tem a maioria dos seus dispositivos já integrados a placa mãe – (Ex: rede, vídeo, som etc…).

Atualmente esse tipo de placa tem boa qualidade, sendo suficiente para quem não realiza tarefas que exige muito do desempenho do PC – como rodar jogos com gráficos mais exigentes ou edição de videos.

Tem boa performance quando é usada apenas para acessar a internet, assistir videos gravados em seu micro ou visualizar filmes em DVD, além de ser muito mais barato do que uma placa Off- board.

Tem Drives mais estáveis e consomem apenas a memória RAM adequada pra aquele momento. Para quem pretende comprar um computador novo e está em duvida sobre quais desse modelos escolher e ainda pretende prioriza o custo beneficio, o ideal é analisar para que fins usará a sua nova máquina.

Como já foi citado a cima, as placas On-board são suficientes para quem só realiza tarefas cotidianas sem muita exigência de desempenho.


≡ Placa Off-Board

As placas off-board não possuem seus dispositivos integrados a placa mãe, precisando portanto de placas extras com esses dispositivos, que serão instalados nos seus respectivos Slots.

Tem desempenho superiores as placas On-board pois tem sua própria central de processamento e a transferência superior as que rodam na memoria RAM.

São bem mais caras pós além da placa mãe você tem que comprar todas as outras. O desempenho do computador como um todo é visivelmente percebido, principalmente quando usado pra jogos e outras funções que exigem gráficos de melhor qualidade.

Espero que tenham gostado das dicas e se ficou alguma dúvida deixe um comentário para análises futuras!