Atualidades Negócios

O que é pedagogia empresarial e como ela ajuda os trabalhadores.

Profissional que trabalha com a pedagogia empresarial é fundamental para um melhor relacionamento e comportamento dos colaboradores.


Os pedagogos são profissionais indispensáveis na formação de crianças e jovens, com atuação direta naquilo que se transformarão em um futuro próximo e distante. Porém, sua importância vai além disso e se estende até a vida adulta.

A pedagogia empresarial quando despertada e influenciada nos adultos pode ser tão benéfica quanto foi quando ainda se era uma criança, com potencial de fazer com que a companhia melhore em vários aspectos.

Vamos entender
melhor como funciona essa
vertente e de que maneira os serviços dos
profissionais que com ela atuam podem ser proveitosos no
meio corporativo.


Qual é a
definição de pedagogia empresarial?


Ela é a área da pedagogia em que os conhecimentos de tais profissionais são aplicados aos relacionamentos e interações que ocorrem dentro de uma empresa, com o intuito de ter um ambiente agradável, amistoso e saudável entre e para com todos os colaboradores.

Os métodos,
técnicas e práticas utilizados são bem similares
ao que se aplica às crianças e jovens, com a diferença
de que o público que receberá esse tipo de
orientação já estará em uma fase mais avançada de suas
vidas, o que envolve idade, experiência e motivações
diferentes.

A participação dos pedagogos empresariais ocorre de modo a adequar e modificar certos comportamentos e conceitos que estão intrínsecos nos profissionais, de modo que eles possam evoluir e melhorar como trabalhadores e também como pessoas.

Ainda que soe como uma aplicação diferente do que a maioria das pessoas está acostumada em relação às funções do pedagogo, é inegável que o profissional é perfeitamente apto a atuar nessa área, dado todo o conhecimento teórico e prático absorvido com o passar de sua carreira.

Mercado para essa profissão não falta. De acordo com a consultoria Empresômetro, no final de julho de 2019, o número de empresas ativas no Brasil supera os 19 milhões, ou seja, há boas oportunidades para que os pedagogos atuem no segmento empresarial.


Pedagogo Empresarial
Pedagogo Empresarial

Quais são as vantagens de contratar um pedagogo empresarial?


Muitas, e depois de conhecê-las, ficará evidente como a participação desse profissional é de suma importância para qualquer negócio, independentemente de seu porte ou segmento. Algumas das que se destacam são as seguintes:


1 – Equipe mais cooperativa


Quando se é criança, uma habilidade incentivada é a do trabalho em equipe, que permite que todos os envolvidos obtenham um melhor desempenho e, por consequência, que o resultado seja ainda mais satisfatório. Porém, isso pode ser perdido com o passar do tempo.

Seja pela concorrência que existe no mercado de trabalho, dentro da própria empresa ou mesmo devido a experiências negativas no decorrer da vida, é comum que as habilidades de cooperação se enfraqueçam, embora sejam essenciais para qualquer companhia.

A atuação de um pedagogo empresarial se dá na desconstrução e remodelação desse conceito criado, arraigado e fortalecido ao longo dos anos, de modo que os profissionais possam se desvencilhar de tal pensamento e, assim, construir relações cooperativas saudáveis.

De acordo com um estudo feito pela Fierce, Inc. com mais de 1.400 executivos, empregados e educadores, 86% deles citam que a falta de colaboração ou uma comunicação ineficiente são falhas nos ambientes de trabalho, o que mostra que há muito campo para melhorar neste quesito.


2 – Profissionais criativos


Outra habilidade que é fortemente recomendada pelos pedagogos às crianças é a criatividade ou seja, a capacidade de imaginar e criar soluções, situações e percepções que fogem do âmbito estritamente técnico e teórico.

Com o passar do tempo, quando nos tornamos melhores ao lidar com a vida, são criados hábitos de pensamento que se mostram eficazes na obtenção de bons resultados em variadas áreas, o que pode fazer com que a imaginação propriamente dita se enfraqueça.

Além disso, nos adaptamos a normas sociais, seguimos a padrões de pensamento convencionais, aumentamos a eficiência das atividades realizadas e percebemos que agir sempre ou quase sempre da mesma maneira dá certo.

Outra desconstrução de padrões se faz necessária sob esse aspecto, e é justamente aí onde o pedagogo empresarial pode ajudar a todos os profissionais de uma determinada empresa, cujo impacto ainda é destacado para quem precisa diretamente da criatividade em seu trabalho.

Ao reaprender os processos criativos, é possível pensar em novas maneiras de solucionar problemas antigos e, por consequência, obter resultados ainda mais satisfatórios, muitos dos quais não são alcançados pela concorrência ou por outras pessoas pela falta de estímulo da criatividade.


3 – Time mais motivado


A falta de motivação pode trazer sérias consequências, principalmente a médio e longo prazo, já que pode-se chegar ao ponto em que os profissionais (ou até mesmo a própria empresa, em sua cultura) não sentem aquela animação e determinação em desempenhar suas atividades.

A motivação atua como um combustível para o desempenho profissional e também para as outras áreas da vida. Quem se sente motivado tende a se empenhar mais e agir da melhor maneira possível para conquistar os objetivos desejados.

De acordo com um relatório divulgado pelo National Research Council, datado de 2003, 40% dos estudantes em fase colegial cronicamente não apresentavam engajamento em suas atividades, ou seja, não se sentiam motivados em realizá-las.

Se isso é observado na idade colegial, a tendência é de que tal comportamento se mantenha até a fase profissional, o que pode resultar em problemas sociais e até mesmo psicológicos.

A experiência e conhecimento de um pedagogo empresarial podem ser aplicados em cada profissional da empresa, de modo que seus objetivos, interesses e determinações sejam reanimados e que ele se sinta bem com o seu papel dentro da corporação, o que tende a se estender também para sua vida pessoal.

Além disso, a cooperatividade e criatividade citadas anteriormente, quando estimuladas, resultam quase que automaticamente em uma melhoria no ambiente de trabalho e no comportamento dos profissionais, o que por sua vez pode potencializar a motivação de cada integrante da equipe.


Pedagogia Empresarial nas empresas
Pedagogia Empresarial nas empresas

Pedagogia empresarial: uma grande aliada no meio corporativo


A cada dia que passa, a concorrência aumenta no mundo dos negócios e das empresas. Isso faz com que elas tenham que buscar melhorias contínuas para se manter em uma boa posição em seu segmento, o que demanda mudanças comportamentais de dentro para fora.

Da mesma forma que um pedagogo ajuda no desenvolvimento de crianças e jovens, ele pode atuar com adultos e fazer com que eles desconstruam ideias que os prejudicam e, posteriormente, fortaleçam as áreas que antes estavam frágeis, o que só tende a trazer benefícios.

Além da empresa ter condições de apresentar uma melhor performance, a participação de um pedagogo empresarial em seu planejamento e execução proporciona melhorias nítidas na vida pessoal de cada colaborador, o que se transforma em um círculo vicioso altamente benéfico.

A partir de agora, quando você pensar em cursos de pedagogia, não será apenas a imagem de crianças em uma sala de aula que deve aparecer em sua mente, mas sim o de adultos engajados, motivados, cooperativos e participativos, o que, diga-se de passagem, é um cenário dos sonhos.

Como ganhar dinheiro respondendo pesquisas na internet em 2019?

Os sites de pesquisas online são uma ótima opção para quem quer ganhar dinheiro na internet. Grandes empresas de pesquisas oferecem várias possibilidades para o usuário conseguir uma renda extra.

Não é de hoje que muitos internautas mais antenados nas novidades do mundo digital trabalham com pesquisas remuneradas. As empresas do ramo de pesquisas investem muito dinheiro para atrair novos membros e aumentar a sua base de usuários.

Os estudos geralmente são contratados por grandes marcas, que buscam a opinião dos consumidores afim de melhorar os seus produtos e fidelizar potenciais clientes.

A vantagem das pesquisas remuneradas, é que você não precisa investir dinheiro para começar a trabalhar. Todo o processo é simples e grátis, além disso você pode responder as pesquisas nas suas horas vagas sem comprometer a sua atividade atual.

Ganhar dinheiro respondendo pesquisas é muito simples, não é algo para ficar rico, mas de fato se você tiver perseverança e se cadastrar nos sites de pesquisas certos, com certeza irá ter uma renda extra em pouco tempo.



COMO COMEÇAR A RESPONDER PESQUISAS E GANHAR DINHEIRO?



Primeiro você precisa escolher as empresas mais tradicionais e confiáveis do mercado, algo que não é tão simples, pois existem milhares de empresas de pesquisas online.

Mas, não se preocupe com isso, logo abaixo irei listar mais de 15 sites de pesquisas remuneradas que são confiáveis e que pagam para o usuário responder pesquisas.

Após a escolha dos sites, você vai precisar realizar um simples cadastro em cada um deles, geralmente informando Nome, E-mail, Endereço, Dados para pagamento e criar uma senha de login.

Aqui vai uma dica importante: Há mais 5 anos trabalhando com pesquisas remuneradas percebi que os sites mais confiáveis costumam enviar uma confirmação do seu cadastro por e-mail.

Isso quer dizer que, se você não receber um e-mail após se cadastrar em um determinado site, não descarte-o complemente, mas fique atento, pode ser que seja uma fraude e você não receba os seus ganhos.

Após a criação da sua conta, e a confirmação do cadastro por e-mail, você já está apto para ganhar dinheiro respondendo pesquisas. Geralmente os sites enviam as pesquisas no e-mail cadastrado de acordo com o perfil do usuário.

Tenha o hábito de acessar os sites que você se cadastrou com frequência, pois muitas vezes você tem o perfil adequado para determinadas pesquisas, mas não recebi o e-mail por um erro do sistema ou por não ter preenchido os seus dados pessoais corretamente.

ganhar dinheiro com pesquisas


COMO SER APROVADO NOS FILTROS DOS SITES DE PESQUISAS PAGAS?



Talvez essa seja uma das principais dúvidas e reclamações dos usuários de sites de pesquisas online. Muitas vezes os membros recebem um convite para responder a um questionário e durante o processo são reprovados e excluídos do estudo sem saber o motivo.

Os sites de pesquisas dos quais entrei em contato para saber mais informações sobre isso, alegam o seguinte: “Todas as pesquisas são contratadas por outras empresas, que definem um perfil de usuário que está habilitado a responder determinado estudo, e durante o processo é feito um pequeno filtro que identifica se de fato aquele membro tem o perfil desejado. Caso o usuário não se enquadre no público alvo da pesquisa, será excluído.

Eu, como membro de várias empresas de pesquisas pagas, concordo que deva existir um filtro que determine quais usuários estão aptos a responder a uma pesquisa, mas percebo que os filtros aplicados são ineficientes, e muitas vezes precisamos responder diversas perguntas para só então o site identificar que não temos o perfil desejado para aquele estudo.

Então como ser aprovado nos filtros dos sites de pesquisas e responder os questionários até o final para receber sua recompensa? Esse item é um dos mais importantes para quem quer ganhar dinheiro respondendo pesquisas na internet.

Primeiro de tudo, é preciso preencher complemente e de forma correta todas as perguntas do seu perfil. É através dessas respostas iniciais que os sites irão filtrar os membros que estão qualificados para responder uma pesquisa especifica e enviar um convite por e-mail.

Quando você começa a responder uma determinada pesquisa, as 5 primeiras perguntas são fundamentais para definir se o usuário será aprovado ou não para continuar respondendo ao questionário. As perguntas geralmente são:


1 – Você ou alguém da sua família trabalha em alguma das áreas abaixo?

Aqui geralmente são mostradas repostas como: TV, Rádio, Jornal, Pesquisas de mercado, Agências de publicidade e Nenhuma das alternativas. Se você responder que você ou alguém da família trabalha em um desses segmentos é quase certeza que será reprovado!


2 – Qual a sua renda familiar ou individual mensal?

Esta pergunta é difícil saber com antecedência a resposta certa, pois as pesquisas são direcionadas para diversas faixas de renda, mas na maioria das vezes usuários com a renda média brasileira são aprovados – algo em torno de R$ 1.200 a R$ 2.500. Mas fique atento, as vezes o site pergunta a renda anual e não mensal, então o valor da sua renda mensal deverá ser multiplicado por 12.


3 – Qual é o seu contrato de trabalho atual?

Alternativas são: Trabalho de tempo integral, Trabalho meio período, Estudante, Desempregado, Autônomo e outros. Geralmente são reprovados os membros que respondem desempregados e em alguns casos estudantes.


4 – Qual região do pais você vive atualmente?

As opções são padrões: Sudeste, Nordeste, Sul e Norte – Aqui também não tem como saber para qual região a pesquisa está direcionada, mas a maioria dos questionários são para usuários que estão no Sudeste, Sul, Nordeste e Norte, exatamente nessa ordem.


5 – Qual o seu grau de Escolaridade?

As alternativas também são padrões: Ensino Superior Completo ou Incompleto, Ensino Médio, Pós-Graduação, Mestrado e Doutorado. Nesta pergunta não tem certo ou errado, mas os membros que respondem acima de Ensino Superior Incompleto tem mais chance de continuar na pesquisa.



O importante é responder sempre a verdade, o que de fato caracteriza o seu perfil naquele momento. Se você foi reprovado no filtro de uma pesquisa, isso não quer dizer que não será aprovado na próxima.

Se o seu perfil de usuário estiver 100% completo, a chance de ser aprovado aumenta, uma vez que as pesquisas são encaminhadas para membros selecionados de acordo com o perfil já pre-definido.

Lembrando que o perfil do membro não inclui apenas dados pessoais. Informações como: escolaridade, renda, trabalho, bens, investimentos são fundamentais para definir o seu perfil de usuário, por isso é muito importante que você responda todas essas perguntas.

ganhar dinheiro com pesquisas


PORQUE DEVO TRABALHAR COM SITES DE PESQUISAS?



As principais resposta são: você vai ganhar dinheiro com isso, é grátis, e o trabalho é totalmente online e pode ser feito nas horas livres sem atrapalhar suas outras atividades.

Os sites de pesquisas oferecem muitas opções de ganho, além de ganhar dinheiro, você pode ganhar prêmios, recargas de celular, Vales compras em grandes lojas e ainda pagar contas de consumo com os ganhos adquirindo nos sites de pesquisas.

Sinceramente só vejo vantagens em aderir os sites de pesquisas online. Além de todos os benefícios já citados, você pode montar um pequeno negócio voltado para esse segmento, dar dicas para novos usuários, criar e-books sobre o assunto ou trabalhar como afiliados recrutando novos membros.



POSSO ME CADASTRAR EM VÁRIOS SITE DE PESQUISAS ONLINE?



Sim, nada impede você de ter cadastros em vários sites de pesquisas na internet, é até recomendado que faça isso, pois assim aumenta as possibilidades para ganhar dinheiro respondendo as enquetes.

Mas, tenha critérios estabelecidos, pois nesse caso é melhor ter qualidade ao invés de quantidade. Com o tempo você terá capacidade de escolher e filtrar os melhores sites de pesquisas e focar o seu trabalho nas empresas que realmente valem a pena.

Na maioria das vezes os sites de pesquisas são concorrentes entre si, mas têm casos em que os sites pertencem a um mesmo grupo de empresas, algo que compromete a qualidade dos estudos, tendo em vista que um usuário pode responder duas vezes a mesma pesquisa em sites diferentes.

Mas atualmente não há nenhum mecanismo eficiente que filtre essas informações para identificar se um determinado membro já respondeu essa pesquisa em outro site por exemplo, mas com o avanço da tecnologia, percebi que grandes empresas estão começando aderir a Inteligência Artificial para diminuir problemas como esses e trazer maior qualidade, confiança e credibilidade nos seus estudos.

Como de cadastrar em sites de pesquisas? ganhar dinheiro com pesquisas


QUEM PODE PARTICIPAR DAS PESQUISAS PAGAS?



Geralmente as empresas de pesquisas aceitam o cadastro de qualquer pessoa com mais de 13 anos, essa idade pode variar de acordo com os termos de uso de cada empresa.

Em alguns casos por exemplo, as empresas mesmo não aceitando cadastro de crianças menores de 12 anos, com certa frequência os sites oferecem pesquisas com esse perfil, e pedem que as perguntas sejam respondidas pela criança em companhia de um adulto.

Ser homem, mulher, homossexual, negro ou branco, gordo ou magro, baixo ou alto, por exemplo, não defini os critérios para participar ou ser aprovado na maioria dos estudos.

Apesar dessas perguntas aparecerem com frequência, elas só servem para analises estatísticas, exceto se a pesquisa for sobre um creme de barbear, que só aceita homens com mais de 25 anos, nesse caso as mulheres e os homens com até 24 anos seriam excluídos do questionário, por exemplo.



QUAIS OS MELHORES SITES PARA GANHAR DINHEIRO COM PESQUISAS?



Chegou a etapa mais importante e que a maioria dos leitores estavam esperando. Abaixo vou mostrar as melhores empresas de pesquisas online que pagam de verdade pelo trabalho dos usuários.

Quando comecei a responder pesquisas pagas pela internet, a maior dificuldade que tive foi justamente selecionar os melhores sites de pesquisas dentro dessa imensidão de informações que a internet oferece.

Os critérios para a escolher as melhores plataformas de pesquisas pagas com certeza vai variar de pessoa para pessoa. Tem usuários por exemplo que prioriza o rigor nos pagamentos, mesmo que receba um valor menor.

Em outros casos, como o meu, prefiro juntar uma quantidade maior de dinheiro e só então fazer o resgate, mesmo que isso possa demorar alguns meses. Tenho sites dos quais recebo mensalmente e outros que recebo a cada dois meses. Vai depender do perfil e da necessidade financeira de cada pessoa.

Os sites de pesquisas definem uma quantidade minima de ganhos para poder resgatar sua recompensa. Isso no começo, pode dificultar o usuário de receber o valor todos os mês. Exemplo: O Valor minimo de resgate é R$ 30 e nesse mês o usuário só conseguiu ganhar R$ 29,99 neste caso está impossibilitado de resgatar e então o valor acumula para o mês seguinte.

Todas essas características dos sites de pesquisas, como: Valor minimo de resgate, frequência de pagamentos, disponibilidade das pesquisas etc.. servem para o usuário moldar o seu uso nessas plataformas e quanto mais você conhecer sobre elas, mais sucesso terá trabalhando com pesquisas online.



Abaixo estão os melhores sites para ganhar dinheiro na internet respondendo pesquisas.


Survey Rewardz muito bom para ganhar dinheiro
1 – Survey Rewardz

Empresa séria
Pagamento minimo
Paga em dólar
Muitas pesquisas

­ ✩ ✩ ✩ ✩ ✩


Univox comunidade para ganhar dinheiro
5 – Univox

Variedade de pesquisas
Pagamento facilitado
Site profissional
Fórum de dúvidas

✩ ✩ ✩ ✩


ganhar dinheiro com pesquisas
9 – Survey Pago

Empresa nova
Site interativo
Paga bem
Muitas pesquisas

✩ ✩ ✩ ✩


ganhar dinheiro com pesquisas
13 – iSurveyWorld

Empresa Americana
Paga em dólar
Resgate minimo
Muitas tarefas

✩ ✩ ✩ ✩

ySense é ótimo site de pesquisas
2 – Ysense

Antigo ClixSense
Empresa tradicional
Muitas tarefas
Pagamento pontual

✩ ✩ ✩ ✩ ✩


ganhar dinheiro com pesquisas
6 – Time Bucks

Tarefas diferentes
Paga toda semana
Ótimas oportunidades
Sorteio de prêmios

✩ ✩ ✩ ✩


greenpanthera site bom para ganhar dinheiro
10 – Green Panthera

Site muito conhecido
Pagamento acima R$ 30
Muitas pesquisas
Paga em dólar

✩ ✩ ✩ ✩


Toluna paga para responder pesquisas
14 – Toluna

Empresa conceituada
Ofertas de prêmios
Pagamento rápido
Muitas pesquisas

✩ ✩ ✩ ✩

Marketagent é confiável e paga.
3 – Marketagent

Pagamento em 24 hs
Muitas pesquisas
Paga em Euros
Cadastro simples

✩ ✩ ✩ ✩ ✩


7 – Swagbucks

Concursos de prêmios
Site profissional
Muitas ofertas
Pagamento rápido

✩ ✩ ✩ ✩ ✩


ganhar dinheiro com pesquisas
11 – Superpay.me

Pagamento a partir R$ 10
Muitas tarefas
Pagamento instantâneo
Sorteios de prêmios

✩ ✩ ✩


ganhar dinheiro com pesquisas
15 – Livra Pesquisas

Muitos questionários
Catalogo de prêmios
Sorteio de bônus
Pesquisas simples

✩ ✩ ✩ ✩

Mundo de Opiniões, um dos melhores site de pesquisa.
4 – Mundo de Opiniões

Empresa conhecida
Sorteio de dinheiro
Oferta de prêmios

Muitas pesquisas

✩ ✩ ✩ ✩ ✩


ganhar dinheiro com pesquisas
8 – Life Points

Antigo Globaltestmarket
Pesquisas rápidas
Pagamento pontual
Site intuitivo

✩ ✩ ✩ ✩


ThePainelStation sites de pesquisa bom
12 – The Painel Station

Muito tempo no mercado
Pagamento confiável
Ofertas de prêmios
Sorteios de dinheiro

✩ ✩ ✩ ✩ ✩


Survey pronto paga mesmo
16 – SurveyPronto

Empresa nova
Pagamento acima R$ 30
Várias pesquisas
Sistema de Cashback

✩ ✩ ✩ ✩



QUANTO DINHEIRO POSSO GANHAR RESPONDENDO PESQUISAS PELA INTERNET?



Essa resposta é muito subjetiva, quando falamos em quantidade é preciso levar em consideração alguns fatores, como: horas livres que o usuário tem para responder as pesquisas, em quantos sites está cadastrado, com que frequência responde os questionários e etc..

O que posso dizer é que a quantidade de dinheiro que cada usuário vai ganhar nem sempre depende dele mesmo, as vezes um membro têm muitas horas vagas para responder as pesquisas, mas acaba não sendo tão produtivo devido não ser aprovado na maioria dos questionários, ou as pesquisas concluídas pagarem pouco.

Por isso, a quantidade de dinheiro que você vai ganhar respondendo pesquisas deve ficar em segundo plano quando você estiver começando a trabalhar nesse segmento. Acostume-se a ganhar alguns centavos por cada pesquisa concluída e ficar alguns meses sem conseguir resgatar os seus ganhos.

Porque é isso que geralmente acontece no começo, e é nesse momento que muitas pessoas desistem de continuar trabalhando com pesquisas online. Ganhar dinheiro com pesquisas é um trabalho que deve ser consolidado no decorrer do tempo.

Quanto mais experiência você tiver nesse mercado mais rentável será trabalhar com pesquisas online – e aqui ,como em todas as outras áreas a experiência vem com a pratica, com erros, acertos, testes e persistência.

Responder as pesquisas nos sites ajuda você a se consolidar como um membro ativo e qualificado, o que vai proporcionar novas oportunidades e maior frequência de pesquisas. Além disso muitos sites oferecem concurso e sorteios de boas quantias em dinheiro para os membros mais ativos e engajados da plataforma.

Existem membros também que não tem interesse em ganhar dinheiro e sim adquirir prêmios, vale compras, créditos e outros bônus. Nesse caso, esses usuários costumam se cadastrar em sites ou aplicativos de pesquisas específicos, que tem uma plataforma mais enxuta e pequisas mais curtas, mas não oferece dinheiro como forma de recompensa.

No geral, para você ganhar mais dinheiro com pesquisas pagas é importante que você indique novos membros, e ganhe dinheiro por cada novo cadastro ou pela atividade dos seus indicados.

Alguns sites não tem a opção de indicar novos membros ou simplesmente não recompensam o usuário que fizer isso, então nesse caso, é focar em concluir as tarefas oferecidas pelo site e participar de sorteios que alguns oferecem.

ganhar dinheiro com pesquisas


CONCLUSÃO



Como já demostrado neste artigo, responder pesquisas online pode ser muito vantajoso para quem está buscando um trabalho sério pela internet. Com o tempo você pode consolidar os seus ganhos e aumentar a sua renda.

Fique atento ao sites fraudulentos que só querem captar dados pessoais dos internautas para aplicar golpes e ganhar dinheiro vendendo suas informações.

Antes de se cadastrar em um site pouco conhecido, pesquise bem, veja as avaliações dos outros usuários, se for algum site falso ou pouco seguro com certeza alguém já terá denunciado.

Por fim, gostaria de dizer que trabalhar com pesquisas online pode ser muito rentável para o usuário, basta escolher os sites certos e responder as perguntas com clareza e sempre de forma verdadeira.

Neste artigo listamos as melhores empresas de pesquisas pagas com as quais costumamos trabalhar, além disso tentamos esclarecer os principais questionamentos das pessoas que querem trabalhar com pesquisas de mercado.

Mas gostaríamos de ressaltar que fora dessa lista existem outros sites de pesquisas que merecem ser testados. Cabe ao usuário pesquisar as empresas que são mais adequadas ao seu perfil.

Caro leitor, caso tenha testado algum site de pesquisa que não esteja nesta lista, fique a vontade e use os comentários para relatar a sua experiencia de uso e recomendar para novos usuários.


A última atualização deste artigo foi em 18 de Novembro de 2019.*

Como o avanço da tecnologia mantém a tendência dos eventos corporativos.

Se você deseja proporcionar aos seus convidados momentos de experiências memoráveis nos eventos, aposte nas soluções que o mercado da tecnologia interativa oferece para sua empresa.


Os eventos corporativos estão cada vez mais presentes no planejamento estratégico das empresas. Seja para promover momentos de descontração entre funcionários, comemorar a meta alcançada ou lançar um novo produto, sua realização está diretamente relacionada aos avanços tecnológicos.

Por esse motivo, organizar esse tipo de atividade é uma tarefa que envolve responsabilidade e conhecimento das tendências que encontram na inovação uma grande aliada.

Se você faz parte de uma empresa que está apostando em promover experiências únicas aos participantes, confira as dicas que vamos compartilhar.

Estratégias de visibilidade e crescimento no mercado

Apostar na tecnologia e conhecer os recursos de equipamentos de última geração é um desafio enfrentado por incorporações que desejam criar espaços inovadores de interação.

Para promover um evento de sucesso, é necessário entender os objetivos da empresa e as expectativas dos participantes. Dados fornecidos pela EventMB revelam que 81% das empresas estão preocupadas em achar ideias eficazes para que os convidados se sintam acolhidos e sejam capazes de absorver as informações com maior êxito.

Diante desse cenário, empresas de tecnologia e entretenimento têm lançado no mercado soluções eficazes para serem aplicadas em situações interativas e proveitosas no contexto das reuniões e outras atividades.

Crowd Streaming

Crowd Streaming, transmissão ao vivo de eventos

Esse é um ótimo recurso para gerar a interação entre os participantes e permite que os participantes publiquem nas redes sociais suas experiências vividas em tempo real.

Para otimizar essa comunicação, invista em atrativos visuais que geram a necessidade de compartilhamento. Promova o uso de hashtags e crie ações, como premiação para quem publicar e obter o maior número de curtidas, por exemplo.

Após o evento, reúna as imagens postadas e faça vídeos dos melhores momentos do evento que foram postados pelos participantes.

Ferramentas de realidade virtual

As tarefas interativas são sempre as melhores formas de manter os convidados ativos. Nesse contexto, a realidade virtual permite que os usuários adentrem em mundos novos por meio de jogos ou aplicativos.

Você pode disponibilizar tablets, totens ou robôs display para divulgar informações sobre a programação. Os óculos de realidade virtual são exemplos dessa tecnologia e podem ser usados para passeios imersivos, por exemplo.

O uso de recursos de realidade aumentada faz com que os convidados se deparem com objetos e cenas do mundo palpável. Ao mesmo tempo em que estão imersos no mundo virtual, eles podem ver e ouvir elementos do mundo real.

Beacons

O que é Beacons

Os beacons são dispositivos que usam a geolocalização para localizar os participantes por meio de emissão de sinais via Bluetooth. Essa tecnologia pode ser explorada a partir de aplicativos ou crachás tecnológicos.

Esse recurso também possibilita a disponibilização da programação do evento, envio de promoções ou resumos das atividades realizadas durante o dia.

Os wearables são exemplos de beacons. Exemplos desses equipamentos são as soluções digitais vestíveis, como relógios e pulseiras, que podem ser conectados à internet e sincronizados com outros, como notebooks, smatphones e tablets.

Painéis luminosos

Painéis Luminosos para eventos

Esses recursos substituem os antigos banners que eram feitos em lona. Com a nova tecnologia, os painéis apresentam iluminação uniforme e impressão em alta resolução, proporcionando assim maior qualidade aos elementos visuais do evento. 

O grande diferencial é que o material permite que acessórios possam ser acoplados a ele, como televisores, prateleiras ou outros objetos.

Totens

Totens para o seu evento

Os totens são um excelente recurso para a criação de quizz interativo. Além disso, podem ser utilizados para a divulgação de acontecimentos importantes do evento, criação de jogos ou transmissões simultâneas.

Eles também podem ser usados como entretenimento em espaços de descanso. Seu uso garante que todos aproveite a programação da melhor forma. Suas várias funcionalidades proporcionam diferentes experiências aos usuários.

Drones 

Drones para filmar eventos

Essa tecnologia de captação de imagens está cada vez mais popular e acessível. Nos eventos, os drones podem ser usados para fazer registros visuais, criar uma rede de transmissão ao vivo e gravar imagens a partir de perspectivas diferentes.

Hologramas

Hologramas para eventos

Esse recurso tecnológico, que antes fazia parte apenas do universo da ficção científica, diz respeito às imagens tridimensionais transmitidas a partir da captação audiovisual de pessoas.

projeção holográfica garante a interação com alguém que não esteja no espaço físico do evento. Os hologramas são capazes de despertar o fascínio e promover o interesse de um grande número de participantes.



Valor agregado e sucesso do evento 


A partir dos exemplos compartilhados nesse artigo, somos capazes de notar que a experiência de imersão em contextos interativos cria uma atmosfera positiva e digna de ser lembrada pelos participantes.

Os valores por trás de cada tecnologia aplicada abrem caminhos que conduzem até os resultados em curto e médio prazo impecáveis.

As novidades de inovação tecnológica não param de surpreender e encantar aqueles que dedicam seu trabalho para fornecer aos participantes um ambiente de eventos corporativos.

Conheça as tecnologias disponíveis para estacionamentos.


Cada vez mais a administração e
operação dos estacionamentos são
influenciadas pelas novas tecnologias e pela inovação, sendo que a modernização
tornou-se uma demanda fundamental nesse segmento para elevar o faturamento e
atender a crescente demanda.

O elevado número de carros nos
centros urbanos exige soluções inteligentes e integradas para monitoramento dos
estacionamentos e melhor capacidade
de atendimento ao cliente. Saiba mais a seguir.

O que são estacionamentos inteligentes?

A ideia de estacionamentos inteligentes
surgiu com a automação e modernização nessa área, usando tecnologias como
Big Data e análise de dados para otimizar o serviço prestado e garantir mais
qualidade administrativa e operacional.

Um exemplo é a automação de estacionamentos nas cancelas após a inserção do ticket quitado na máquina. Apesar de simples, essa tecnologia evita a ocorrência de fraudes e a necessidade de um profissional in loco.

Portanto, ao utilizar a inovação tecnológica na prestação dos serviços esses espaços são considerados estacionamentos inteligentes.

Quais as tecnologias empregadas nesses negócios?

Diversos processos estão sendo
automatizados nos estacionamentos
para facilitar a gestão e melhorar a experiência do cliente. Entre as
tecnologias utilizadas estão os detectores e sensores de massa metálica,
recolhedores de cartões de validação, softwares de gerenciamento, câmeras de
vigilância e outros.

A tecnologia permite, por
exemplo, o controle em tempo real do número de vagas disponíveis nos estacionamentos, a substituição de
guichês de pagamento pelas máquinas de autoatendimento, monitoramento do tempo
médio de permanência, painéis informativos sobre vagas disponíveis e
localização, etc.

Entre as tendências está o uso de lâmpadas de sinalização para indicar quais vagas estão livres e ocupadas no local, reduzindo o estresse provocado no motorista pela dificuldade de encontrar uma vaga, diminuindo a necessidade de circulação dentro do estacionamento e melhorando a experiência do usuário.

Automação e Tecnologia usadas em Estacionamentos.
Automação e Tecnologia usadas em Estacionamentos

Essas tecnologias são fáceis de serem aplicadas nas operações?

Muitas empresas de estacionamento veem esse cenário e identificam a necessidade de atualização para manterem-se competitivas, principalmente em locais de grande movimento, como shoppings, centros comerciais e empresariais, hipermercados, aeroportos e outros.

Para implantar essas tecnologias o mais adequado é contar com o auxílio de uma empresa especializada na gestão e administração de estacionamentos e que forneça os softwares e hardwares necessários para aplicar essas soluções nas operações.

A opção de desenvolver o processo de automação internamente pode ser bastante custoso, trabalhoso e pouco eficiente. No entanto, ao optar pela parceria com uma empresa especializada há muitas chances de sucesso, redução de custos e facilidade na implantação.

Como isso impacta o faturamento?

A opção pela automação dos estacionamentos,
tornando-os inteligentes, garante maior eficiência administrativa, mais
satisfação dos clientes e, consequentemente, maior faturamento, pois é possível
reduzir custos com pessoal e melhorar a operação. Entre os benefícios podem ser
destacados:

  • Redução na ocorrência de
    fraudes no estacionamento;
  • Otimização das decisões
    estratégicas;
  • Disponibilidade de dados sobre
    o funcionamento do negócio;
  • Escalabilidade, podendo atender
    mais clientes sem perder qualidade;
  • Satisfação do cliente,
    resultando em um maior tempo de permanência.

As vantagens da aplicação da tecnologia no setor de estacionamentos, portanto, fazem com
que o negócio torne-se mais lucrativo, mas também influencia a qualidade da
prestação do serviço e gestão, apresentando ganhos no curto, médio e longo
prazo.

Empresas finalmente percebem o potencial de marketing dos games.

Com os e-sports, novas maneiras
de monetizar os games estão surgindo, e se antigamente os desenvolvedores
dependiam exclusivamente das vendas do jogo, hoje em dia eles precisam se
concentrar cada vez mais em um único aspecto: garantir que o jogo é divertido e
popular. Felizmente, isso já era uma parte essencial do processo de criação de
um game, e focar nestes aspectos não é nenhum problema para a maioria dos
desenvolvedores.

Mas, o motivo pelo qual é tão importante que games sejam populares é que as maneiras de monetizar os jogos são cada vez mais criativas. A banda Weezer, por exemplo, recentemente criou um mapa temático dentro do jogo Fortnite. A ideia é que os jogadores possam escutar 4 músicas do novo álbum, intitulado “Black Album”, e tenham acesso à diversos mini-games dentro do parque criado.

O mapa foi lançado durante a
nova temporada e os jogadores podem adquirir um passe de batalha, por 950
V-Bucks, para conseguir recompensas, que são itens cosméticos digitais,
relacionadas à banda Weezer.


Sucesso dos e-sports como plataforma de marketing.

Não é algo novo: os e-sports
vieram para ficar, empresas de equipamentos eletrônicos e tecnológicos investem
milhões em equipes e campeonatos anualmente justamente pensando no retorno que
isso garante no longo termo. Ligas profissionais são formadas e elas contam com
patrocinadores que, em alguns casos, sequer estão relacionados diretamente com
os e-sports, mas a visibilidade do negócio os atraiu.

No Brasil, a Gillette está
atuando de maneira forte no cenário de League of Legends. A empresa lançou,
recentemente, o primeiro reality show do ramo com vários jovens e adolescentes
que sonhavam em ser jogadores profissionais. O programa foi um sucesso e seis
jovens promessas foram incorporadas às equipes da PaiN e da INTZ. Atualmente,
existe outro programa também feito pela Gillette acompanhando a trajetória
destes atletas, é o “Path to Pro”, que acompanha o dia a dia dos jogadores
dentro das novas equipes.

E não é só a Gillette, outras empresas, notoriamente as de apostas, também investem no ramo. A MiBR, equipe brasileira de CS:GO é patrocinada por um site de apostas, e vários destes sites permitem que o jogador aposte nas partidas dos mais diversos e-sports. Muitos ainda não sabem, mas as apostas esportivas de cota fixa foram recentemente legalizadas no país e várias empresas já oferecem o serviço no Brasil. E, se você é do tipo que gosta de jogos interativos e em 3D, então você também pode usar o aplicativo do Vera&John Cassino, que conta com vários games competitivos mas que são levemente distintos dos jogos tradicionalmente encontrados nos cassinos.

games

Outros eventos já foram promovidos nos games.

O evento da banda Weezer é algo
diferente no ramo, afinal de contas não é comum a criação de um mapa em um jogo
para a divulgação de algo. Mas esta não é a primeira vez em que algo é
divulgado dentro do jogo Fortnite. Este ano tivemos, por exemplo, a
apresentação do DJ Marshmello ao vivo no game.

Toda uma estrutura foi montada:
O DJ contou com um palco posicionado próximo do Pleasant Park e os jogadores
receberam uma skin exclusiva para seus personagens. As plataformas de
streaming, como a gigante Twitch, tiveram números altíssimos de visualizações
ao longo do evento que contou com a participação de vários jogadores no palco e
nos arredores.

Hoje já é possível encontrar o filme “Vingadores: Guerra Infinita” em algumas plataformas de streaming. Mas no ano passado, quando o mesmo ainda estava nos cinemas, a Epic Games também fez uma parceria com a Marvel para divulgação do filme. O evento tinha como objetivo colocar o vilão, Thanos, dentro do jogo e foi outro sucesso. Chamado de “Infinity Gauntlet Limited Time Mashup”, o evento tinha como objetivo encontrar a Manopla do Infinito dentro do jogo, quem conseguia tal proeza, tinha habilidades especiais e se transformava no próprio vilão dentro do jogo.

A ideia foi dos diretores do filme, Joe e Anthony Russo, que são fãs do game. Eles entraram em contato com Donald Mustard, diretor criativo da Epic e ele, naturalmente, aceitou a ideia e trabalhou em sugestões que se encaixavam no game. Com tantos eventos de sucesso acontecendo com o auxílio dos games, é só uma questão de tempo até que novos eventos reais sejam divulgados nas telinhas virtuais.

Como a Inteligência Artificial pode melhorar o dia a dia da empresa.

Veja como essa tecnologia pode tornar os processos da sua empresa ainda mais práticos, rápidos, seguros e inteligentes.


Há alguns anos, Ao ouvir o termo inteligência artificial, parecia se tratar de algo futurista, pertencente a filmes de ficção científica ou algo do tipo. Porém, ela já existe hoje em dia, inclusive em produtos e serviços que utilizamos no cotidiano.

Seu potencial de crescimento é absurdo, e não é incorreto pensar que ela estará ativamente presente em todos os setores do mercado daqui a alguns anos, com benefícios que fazem os olhos de todos os amantes da tecnologia brilhar.

Prova disso é uma estatística da Juniper Research, que afirmou que o investimento em inteligência artificial será de aproximadamente US$ 2 bilhões em todo o mundo em 2018, mas deve atingir US$ 7,3 bilhões em 2022, ou seja, um crescimento esperado de 365% em apenas 4 anos.

Entenda exatamente o que é a inteligência artificial, como ela já existe e é utilizada hoje em dia e, principalmente, como pode estar no cotidiano da sua empresa.


» O que é a inteligência artificial?

É uma área da ciência da computação responsável pela criação de máquinas, equipamentos e sistemas inteligentes, que trabalham e reagem como os seres humanos. É como se eles fossem, literalmente, dotados de inteligência.

O objetivo dessa tecnologia é criar soluções que sejam capazes de aprender, planejar e resolver problemas, não apenas com o raciocínio lógico que os sistemas de computador oferecem, mas sim algo mais próximo ao pensamento humano.

Marvin Minsky e John McCarthy são considerados como os pais dessa tecnologia e descreveram, por volta de 1950, inteligência artificial como uma atividade feita por um programa ou máquina que, se um humano tivesse que fazer a mesma tarefa, seria dito que ele teria que ser inteligente para realizá-la.

O campo de pesquisa da inteligência artificial foi inaugurado como uma disciplina acadêmica em 1956, ou seja, há mais de 50 anos. Porém, há que se considerar os chamados “invernos da IA”, quando o campo deixou de receber recursos de pesquisa e ficou parcialmente parado.

Os maiores invernos foram entre 1974 e 1980 e, posteriormente, entre 1987 e 1993, embora também tenham havido outros períodos em que o desenvolvimento dessa área ficou parado ou se movimentou bem lentamente.

Porém, a partir do final do século XX e, principalmente, do início do século XXI, o assunto esteve muito em voga na comunidade da tecnologia e começou a crescer drasticamente.

Sistemas de inteligência artificial, também conhecida como IA ou AI (Artificial Intelligence), geralmente mostrarão pelo menos alguns comportamentos que são associados à inteligência humana, como os seguintes:

  • Planejamento;
  • Aprendizado;
  • Raciocínio;
  • Demonstração de conhecimento;
  • Solução de problemas;
  • Percepção;
  • Manipulação;
  • Em menor grau, inteligência social e criatividade.

Até então, as máquinas e equipamentos não eram capazes de demonstrar esses comportamentos, já que sua função era a de seguir comandos e programações que estavam restritas ao raciocínio lógico. Porém, com o advento da inteligência artificial, sua abrangência se torna muito maior


» Como ela está presente em nossas vidas hoje?

Em uma série de atividades, desde os assistentes pessoais nos celulares até os chatbots usados pelas marcas nos aplicativos de comunicação. Alguns exemplos práticos são os seguintes:

  • Assistentes nos smartphones, como Google Assistente, Apple Siri e Microsoft Cortana;
  • Carros inteligentes, como os fabricados pela Tesla;
  • Serviços de streaming de músicas (Spotify, Apple Music, Tidal) e de filmes e séries (Netflix, Amazon Prime);
  • Redes de anúncios online, como Google Ads;
  • Dispositivos inteligentes para casa (smart home), como Amazon Alexa, Google Assistente e Apple HomeKit;
  • Jogos de videogame, que podem criar níveis automaticamente para os jogadores;
  • Feeds das redes sociais, que exibem conteúdos que o usuário provavelmente gosta de acordo com seus interesses e interações nas redes e em outros sites.

Esses são apenas alguns exemplos, e é certo que dentro de um período de tempo não muito longo, a lista será muito maior,


» Como a inteligência artificial pode ajudar a sua empresa?

Essa ainda é uma grande dúvida por parte dos donos, gestores, coordenadores e demais colaboradores. Felizmente, a verdade é que todos os setores podem ser ajudados pela IA de alguma maneira.

A Adobe divulgou na 8ª edição do seu relatório anual “Digital Trends”, no início de 2018, que apenas 15% das empresas utilizam IA em suas atividades, número que deve aumentar para 31% nos próximos 12 meses, ou seja, um crescimento de 106,7% em apenas um ano.

A tendência ainda deve se manter por muito tempo, já que a disruptividade da AI chama muita atenção e abre inúmeras portas para sua aplicação nas empresas.


≡ Algumas das formas que a IA pode ajudar a sua companhia hoje são as seguintes:


» Melhorar o atendimento ao cliente

As ferramentas de inteligência artificial podem ajudar os colaboradores através de uma melhoria notável no atendimento e suporte ao cliente. Por exemplo, ela pode ordenar solicitações dos clientes, responder perguntas online e encaminhar mensagens, perguntas e problemas para a pessoa responsável.

Com isso, até mesmo as empresas de pequeno porte e com poder de investimento limitado podem oferecer um atendimento de alta qualidade aos clientes, comparável – ou até mesmo superior – ao oferecido pelos grandes players do mercado.


» Automatizar atividades do cotidiano

Muitas das atividades feitas em uma empresa são repetitivas, e a IA pode ajudar a realizá-las com mais agilidade, praticidade e segurança, sem abrir mão de um altíssimo nível de confiabilidade.

Sua aplicação pode ser ainda mais forte nos escritórios, com tarefas que vão desde a gestão da comunicação com os clientes até a elaboração de relatórios de negócios, tudo de forma automatizada.

Assim como vimos na dica anterior, a qualidade e a agilidade desse trabalho poderá ser similar ao que se vê nas empresas de grande porte, mas com apenas uma porção de seu investimento.

Com isso, os colaboradores terão muito mais tempo para o desempenho de suas outras atividades, o que pode ajudar o negócio a crescer e lucrar em um mercado onde a competitividade cresce a cada dia.


» Ter respostas imediatas com os assistentes de voz

As pesquisas feitas por voz eram observadas como algo prático e rápido, mas seu poder não era tão grande como hoje, principalmente com os gadgets para casas inteligentes e os assistentes nos celulares e computadores.

De acordo com a comScore, no ano de 2020, 50% de todas as pesquisas serão feitas por voz, um número que pode ser ainda maior do que parece.

A última estatística clara divulgada pelo Google a esse respeito diz que no ano de 2012 foram feitas 1,2 trilhões de pesquisas (ou 3,287 bilhões de pesquisas por dia). O número deve ter crescido drasticamente desde então, mas ao se basear nos mesmos dados, serão pelo menos 1,643 bilhões de pesquisas por voz por dia, ou 19.025 por segundo.

Tanto crescimento também poderá se aplicar às empresas, já que os colaboradores terão muito mais autonomia ao realizar pesquisas e solicitações com a voz e encontrar os resultados que desejam em apenas alguns segundos.

Colaboradores de todos os níveis hierárquicos poderão se beneficiar dessa tecnologia. Um gestor pode, por exemplo, agendar uma reunião em sua agenda sem nem precisar tocar na tela do celular, o que já poupa minutos valiosos de seu trabalho.


» A inteligência artificial veio para ficar

Não restam dúvidas de que a IA está em alta no mundo da tecnologia. O reflexo disso já pode ser visto em nosso cotidiano e sua aplicação tende a crescer drasticamente, até chegar um ponto em que ela se tornará indispensável no dia a dia.

Novas tecnologias tendem a trazer um pouco de dúvida e incerteza, mas com tanto potencial, é de se esperar que seu impacto seja tão grande quanto o advento da internet ou da computação em nuvem, entre vários outros exemplos de sucesso no mercado.

O ideal é que sua empresa comece a se preparar para a adoção da inteligência artificial em suas atividades. Seja um escritório de advocacia, um consultório médico, uma agência de marketing digital ou uma empresa de gestão de contas, essa tecnologia poderá contribuir poderosamente para seu crescimento no mercado.

Bandeiras Tarifárias na conta de luz: O que você precisa saber?

Entenda a mudança e como ela influencia no consumo de energia elétrica.


Há alguns anos a conta de luz dos brasileiros ganhou algumas cores a mais. E mesmo que essa mudança tenha começado lá atrás, em 2015, ela ainda hoje gera confusão.

Perguntas como “Para que servem as Bandeiras Tarifárias?”, “O que define a cor da bandeira presente na conta de luz?”, são as que mais confundem os consumidores.

Portanto, se você faz parte do grupo de pessoas que ainda não entendeu a função das Bandeiras Tarifárias e tem dúvidas sobre como elas influenciam no preço na conta de luz, basta continuar lendo.


≡ Afinal, o que são as Bandeiras Tarifárias?

Essa é, sem dúvida, a principal dúvida dos consumidores. Afinal, o que são essas bandeiras?

O sistema de Bandeiras Tarifárias tem o papel de sinalizar o consumidor a respeito do status da geração de energia no país. Ou seja, a bandeira verde mostra que o sistema hidrelétrico brasileiro está caminhando bem e a relação oferta e demanda está alinhada.

Quando você olha na conta de energia e a bandeira indicada é a amarela, significa que há certo nível de déficit de geração de energia.

Isso significa que as hidrelétricas não estão dando conta de toda a demanda energética e o acionamento de algumas usinas termelétricas também pode ser necessário para suprir toda a necessidade da população, o que encarece o fornecimento.

Continuando na mesma linha de raciocínio, a bandeira vermelha patamar 1, conhecida também como bandeira rosa, e a bandeira vermelha patamar 2, também indicam déficit no fornecimento e acionamento não de algumas, mas da maioria, ou todas, usinas termelétricas do país. E alguém vai precisar pagar por isso.


≡ As cores das bandeiras mudam de acordo com o consumo individual?

Não. Como dito, as Bandeiras Tarifárias indicam a situação da geração de energia elétrica no país e servem para conscientizar os usuários acerca da importância do consumo energético consciente.

O que determina a mudança de bandeira é o sistema hidrelétrico brasileiro e a sua capacidade de dar conta de toda a demanda.

Imagem: CUBI Energia

≡ Quais são as bandeiras e como elas encarecem a conta de luz?

Conheça os quatro tipos de Bandeiras Tarifárias da conta de luz e o respectivo impacto monetário no valor da energia elétrica:

  • Bandeira verde: indica que o sistema hidrelétrico brasileiro está dando conta do recado. Ou seja, a geração e fornecimento de energia elétrica são suficientes, compatíveis com a demanda, para abastecer todo o país.

Se a Bandeira Tarifária verde estiver ilustrada na sua conta de luz, pode se tranquilizar. Afinal, não haverá nenhum acréscimo de tarifa no seu consumo do mês.

  • Bandeira amarela: indica que o sistema hidrelétrico brasileiro está com algum déficit de geração de energia em comparação com a demanda. Nesse caso, haverá necessidade de acionar também alguma usina termelétrica, o que encarece o fornecimento.

Se a Bandeira Tarifária amarela estiver ilustrada na sua conta de luz, saiba que haverá acréscimo, no mínimo, de R$1,00 a cada 100 (kWh).

  • Bandeira vermelha (patamar 1 e 2): seguindo a linha de raciocínio, a bandeira vermelha (patamar 1 e 2) indica que há maiores dificuldades na geração de energia elétrica por meio do sistema hidrelétrico brasileiro.

Aqui há maior acionamento de usinas termelétricas, o que encarece ainda mais o fornecimento.

Se a Bandeira Tarifária vermelha estiver ilustrada na sua conta de luz, saiba que haverá acréscimo de, no mínimo, R$2,00 a cada 100 (kWh).


≡ Como descobrir a bandeira vigente?

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulga as bandeiras vigentes no mês por meio do seu site, mídias sociais e também pela televisão.

≡ O que fazer para fugir das altas tarifas da conta de luz?

Chuveiro, geladeira e ar condicionado estão entre os eletrodomésticos que mais consomem energia dentro de uma casa ou empresa. Portanto, o primeiro passo, é dosar o máximo possível o uso desses aparelhos.

  • Tente diminuir o tempo de chuveiro ligado para cinco minutos e mudar a temperatura para verão nos dias quentes. Além disso, que tal se ensaboar de chuveiro desligado? Essa medida vai ajudar você a economizar na conta de luz e também na de água.

  • Quando o ar condicionado estiver ligado, lembre-se de conferir se todas as janelas do ambiente estão fechadas. Também é importante manter os filtros sempre limpos.

  • Sempre verifique se a porta da geladeira está bem fechada. É bem comum deixá-la aberta por engano. Sabe aqueles potes maiores que quase não cabem na geladeira? Eles costumam atrapalhar a vedação muitas vezes sem ninguém perceber.

  • Antes de abrir a geladeira saiba exatamente o que vai pegar dentro dela. Isso evita que a porta fique aberta durante muito tempo.


≡ Geradores de energia na redução da conta de luz

Outra forma de reduzir a conta de energia e, ao mesmo tempo, garantir eficiência energética é o uso de geradores. Alugar gerador pode ajudar você a economizar até 30% na conta de luz, já imaginou?

Agora que você já sabe, coloque em prática as alternativas citadas aqui e diminua o valor da sua conta de luz de uma vez por todas.

Crescimento no comércio eletrônico no Brasil.

A internet deixou de ser um meio apenas para lazer e obtenção de informações, para dar também a um amplo e crescente comércio eletrônico.

Atendendo ao desejo de comodidade dos consumidores que estão cada vez mais conectados, muitos negócios enxergaram a necessidade e oportunidade de constituir um ambiente virtual para seu público.

O número de investidores neste mercado tem aumentado significativamente, assim como os faturamentos. Em 2017, o cenário de e-commerce no Brasil teve um aumento de 12% em relação ao ano anterior, com um faturamento de 59,9 bilhões de Reais, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Quanto a 2018, houve um aumento de 12,5%, no número de e-commerce, com um faturamento de aproximadamente 23,6 bilhões de reais, apenas no primeiro semestre.

Pode-se utilizar como exemplo de um novo e-commerce o site Lady Love, o qual também apostou no comércio eletrônico para abrir seu próprio negócio.

Os números tendem a crescer diante das eventualidades de grande volume de vendas até o final do ano, como o dia das crianças, Black Friday e Natal.

E são vários os motivos que impulsionaram a criação de sites para venda de produtos na internet. Pode ser pela comodidade disponibilizada para o consumidor; uma relação de confiança maior e fortalecida com os clientes; praticidade e disponibilidade de estratégias de vendas; entre outros motivos.

O comércio eletrônico ganhou uma proporção tão essencial e eficaz, que surgiram novas empresas especializadas na área de criação de sites, consultoria SEO, marketing de conteúdo… como é o caso da agência de Marketing Digital focada em resultados, WebTrends.

É uma área que se encontra em constante crescimento, tanto para quem quer abrir ou desenvolver seu negócio digital, quanto para aqueles que trabalham em cima desta demanda de criação de sites e afins.

Qual o futuro do trade marketing?

Para crescer o volume de vendas e atrair a atenção do cliente, apostar nas estratégias de trade marketing é fundamental.

No entanto, a mudança dos hábitos dos consumidores alterou de forma significativa a dinâmica entre a indústria e o comércio varejista, obrigando os gestores de trade a ficarem cada vez mais atentos ao uso da tecnologia.

Além do uso de um app de trade marketing e de softwares para acompanhar o desempenho dos produtos no PDV, é preciso pensar também em estratégias voltadas para o ambiente digital.

Quer saber qual o futuro do trade marketing e como a tecnologia pode ajudar? Então continue a leitura!


Quais as novas estratégias de venda usadas pelo trade marketing?

O consumidor está na internet e já não temos mais como ignorar esta realidade. A gestão de trade marketing precisa acompanhar essa transformação.

Caso você ainda seja leigo no mercado online, é preciso se planejar bem para ganhar espaço e alavancar suas vendas. Para isso, é fundamental:

  • conhecer os hábitos online dos seus revendedores e distribuidores;
  • estabelecer uma comunicação com a cadeia de abastecimento, e assim garantir o relacionamento online;
  • segmentar os clientes com a ajuda de ferramentas online. Assim, você pode diferenciar suas ações de acordo com o tipo de relacionamento que deseja estabelecer com os parceiros de negócio;
  • criar conteúdo relevante para gerar autoridade para seu produto;
  • criar estratégias que facilitem as compras online.

Como a tecnologia está mudando as estratégias de venda para o consumidor final?

A internet revolucionou os hábitos de consumo. Hoje, o cliente vai ao PDV já com as informações sobre o produto, na busca por uma experiência com eles. Dessa forma, já se pode observar uma tendência pelo autoatendimento não só no ambiente digital, mas também no físico.

Essa realidade pode levar as lojas físicas a se tornarem verdadeiros showrooms. Isso significa que o consumidor pode ter seu primeiro contato com o produto in loco, mas poderá finalizar a compra pela internet.

Assim, independentemente das tendências de compra, o futuro do trade marketing está fortemente relacionado à tecnologia da informação. Portanto, é preciso estudar, analisar, investir e inovar para acompanhar as novas tecnologias e as tendências de mercado.


Case de sucesso: Amazon Go

A Amazon, gigante das vendas on-line, resolveu surpreender ao inaugurar uma loja física com um formato diferente: a Amazon Go. O ambiente é totalmente automatizado e promove o autoatendimento, o que otimiza o tempo do cliente.

Na entrada, os consumidores são identificados pelo smartphone. Ao entrar na loja, eles escolhem o que querem nas prateleiras, e ao sair, não precisam passar pelo caixa, pois o carrinho virtual é atualizado automaticamente no aplicativo da Amazon. A conta chega na fatura do cartão de crédito.

Essa tendência não está tão longe de chegar ao Brasil, já que os consumidores têm buscado incessantemente novas experiências que ofereçam praticidade e conforto.

Portanto, é importante observar que essa mudança de formato nos PDvs exige da gestão de trade marketing novos olhares, e a busca por ferramentas cada vez mais sofisticadas para atender essa realidade, como os softwares de trade marketing antenados com essas novidades.

Controle de gastos para sua empresa: o que você está fazendo de errado?

Saber quais são os principais detalhes para se atentar no controle das despesas de uma empresa é fundamental para obter bons resultados.


São muitos os gastos de uma empresa, e disso nós sabemos muito bem. As despesas fixas e as variáveis se juntam e pronto: o resultado é um valor negativo bem grande, que quase sempre assusta só de olhar.

Se você já passou por isso, então sabe da importância que existe no processo de controlar os gastos. Quem não tiver um controle absoluto de cada centavo que é gasto nas contas a pagar pode passar por sérios problemas.

Então, você começa sua tentativa em controlar esses gastos, mas os valores não batem, sempre falta alguma coisa, sobram outras tantas e, no final das contas, o susto continua o mesmo – se não for ainda maior. E agora, o que fazer?

Fique tranquilo: isso é mais do que normal. Ninguém começa a fazer uma coisa e já se torna um especialista na primeira vez! Você precisa saber quais são alguns dos principais erros que acontecem durante o controle de gastos e qual é a melhor solução para eles. Assim, você conseguirá superá-los e obter os resultados que espera depois de tanto trabalho!


≡ Principais erros cometidos no controle de gastos

Essa lista te ajudará a ver a situação de uma forma panorâmica, para que nada passe despercebido e a gestão financeira da sua empresa seja feita com maestria.


1 – Desconsiderar gastos

Pagamento de salários, matéria-prima, direitos trabalhistas, aluguel do ponto comercial… Com certeza, tudo isso já está na sua lista. Mas, e aquele cafezinho para os colaboradores, a TV a cabo para o horário do almoço e o churrasco da empresa no final do mês?

Sem dúvidas, um dos principais erros do controle de gastos é, simplesmente, desconsiderar alguns gastos, por acreditar que eles não terão nenhum impacto considerável no final das contas, o que não é verdade.

Os exemplos citados acima são muito comuns, e se colocados na balança podem te surpreender. Café todo dia, TV a cabo e churrasco no fim do mês podem, facilmente, custar R$ 500 por mês. Por ano, já são R$ 6.000.

Pode ser que um buraco de R$ 500 não pareça tão grande no controle de despesas, mas R$ 6.000 já faz mais diferença, embora seja o impacto de uma falta de organização que existe em muitas empresas.

Isso não quer dizer que esses gastos precisam ser cortados, mas sim controlados, da mesma forma que todos os outros. Afinal, não importa se a despesa for de 10 centavos ou de dez reais, ela precisa entrar na conta.


2 – Tentar controlar tudo sozinho

Você pode ser o gestor da empresa, ter um cargo bastante importante ou até mesmo ser o dono. Isso significa que você tem ótimas capacidades gerenciais, mas controlar as despesas pode não ser o seu forte.

Muitos gestores tentam fazer tudo sozinho, sem o auxílio de uma pessoa especializada, e o resultado nem sempre atinge suas próprias expectativas. Esse não deve ser motivo de descontentamento, mas sim um sinal de alerta.

Se esse for o seu caso, mantenha a calma, já que você não é obrigado a ter as qualidades necessárias para controlar as despesas de uma empresa. Porém, saiba que você precisará da ajuda de pessoas especializadas.

O setor financeiro da empresa pode ser responsável por esse controle, já que eles trabalham diretamente com as despesas e saberão melhor como agir. Abrir mão dessa atribuição não será uma desistência, mas sim uma decisão sábia.


3 – Negar a ajuda da tecnologia

Já se foi o tempo em que papel, caneta e calculadora eram as únicas possibilidades para controlar os gastos de uma empresa. Cada uma dessas ferramentas ainda tem utilidade, é claro, mas é preciso usá-las nas ocasiões certas.

De acordo com uma pesquisa de 2017 da Technousa, 81% das empresas já implementaram ou estão no processo de implementação de softwares de gestão, o que é um dado bastante curioso.

Se tantas empresas assim recorrem à tecnologia para que consigam gerenciar todos os seus processos, inclusive o controle de gastos, é claro que isso não é feito em vão. Afinal de contas, a inovação vem para ajudar, e não para atrapalhar.

Ao contar com softwares específicos para a gestão da sua empresa, será muito mais fácil ter todos os dados à disposição, além de ter a certeza de que nenhum deles foi esquecido. Além do mais, é muito mais fácil ter tudo pronto do que ter que resolver na calculadora.


4 – Não dar a devida atenção às despesas fixas

Como o próprio nome indica, as despesas variáveis mudam de mês a mês. Pode ser que elas apareçam apenas de vez em quando ou que seu valor mude drasticamente de um período ao outro.

Muitas vezes, as despesas fixas são deixadas em segundo plano, justamente porque são fixas e sempre estarão no seu orçamento. Esse é mais um dos grandes erros que podem ser cometidos em sua empresa.

Não é porque são custos fixos que eles não precisem ser analisados. A fatura telefônica, por exemplo, virá todos os meses para a sua empresa, mas isso não quer dizer que seu valor não deva ser analisado e até mesmo contestado, se necessário for.

Com uma análise mais minuciosa dessas despesas, é possível descobrir lacunas que estejam abertas e você nem sabia. Assim como contas de água muito altas podem indicar um vazamento na tubulação, a analogia também se aplica a outras áreas.

Reúna todos os gestores e colaboradores que possam ajudar a identificar problemas nas despesas e façam um brainstorming, com ideias de tudo o que pode ser feito para reduzi-las. Qualquer economia, mesmo que pequena, é muito bem-vinda.


≡ Otimize o controle de gastos e economize muito em sua empresa

Se você já empregou algum esforço para poder controlar as despesas da sua empresa, parabéns. Mesmo que não tenha sido completamente bem sucedido na primeira tentativa, o primeiro passo já foi dado.

Depois de aprender boas dicas, será bem mais fácil manter um controle minucioso de cada gasto da sua empresa. É claro que dará trabalho e pode demorar um tempo até que tudo esteja ajustado, mas o esforço valerá muito a pena.

Por isso, seja através da consideração de todos os gastos, ainda que mínimos, do auxílio de softwares específicos ou da auditoria de contas, supere os erros um a um e veja como isso será fundamental para uma gestão impecável da sua empresa!

Como o big data pode ajudar sua empresa a conquistar resultados positivos

Sua empresa pode se beneficiar ao aderir ao processamento de dados contínuo e em tempo real, mas é preciso se preparar.

Anteriormente apontado pelos especialistas como “the next big thing”, o big data já é uma das principais formas de uma empresa gerar valor real por meio da tecnologia. Saber aproveitá-lo com sabedoria pode ser um fator de sucesso para o seu negócio.

O big data nada mais é do que uma grande quantidade de informação proveniente de fontes diversas, principalmente online. Além do volume de dados, o big data é veloz e pode fornecer diferentes tipos de informações.

Ao cruzar os dados e traduzir as informações, é possível aplicá-los nas estratégias da empresa e gerar insights que melhorem o desempenho do seu negócio, seja ele qual for. Inclusive, já existem empresas 100% orientadas por dados.

Na prática, o processamento de dados deve ter ao menos um objetivo que gere valor para a empresa. Entre os usos mais frequentes para apoiar a eficácia empresarial, o big data serve para realizar previsões de mercado e prognóstico, aprimorar as operações, fazer a gestão de talentos e identificar problemas.


Dicas para usar big data

A aplicação de técnicas de big data é específica para cada cenário, considerando o tipo de empresa, as informações que você precisa e como pretende aproveitá-las. Descubra como se iniciar nessa novidade.


Reflita se você realmente precisa

Assim como qualquer mudança, você precisa pensar se a sua empresa realmente precisa aderir a essa novidade. O big data não é um modismo, é uma ferramenta estratégica que precisa sem implementada com um objetivo para fazer a diferença.

Vale lembrar que o big data é um investimento de tempo, dinheiro e até mesmo de mudança na cultura empresarial já estabelecida. Só se aventure depois de uma boa reflexão e após fazer um planejamento completo para isso.


Estimule a mudança de mentalidade

Especialmente nas empresas tradicionais, a implementação do big data pode acarretar em resistência e objeções dos funcionários. Se papel é deixar claro a importância de tomar decisões baseadas em informações e métricas 100% confiáveis.

Líderes e gestores devem liderar a mudança, usando os dados em suas análises e processos de tomada de decisão e reconhecendo os funcionários que incorporam o big data em suas tarefas cotidianas.


Monte uma equipe

Para extrair o máximo de informações relevantes, é melhor contar com uma equipe especializada. Quanto mais detalhes e análises você precisar, mais importante esse time será para atingir o objetivo.

Considere a contratação de um cientista de dados. Esse novo profissional é capaz de adquirir os dados e então limpar, selecionar, organizar e prepará-los para que suas habilidades matemáticas, estatísticas e tecnológicas gerem os insights e a inteligência de negócio que você necessita.


Procure a solução adequada

Cada vez mais são criadas ferramentas que capturam, processam e entregam informações a partir de recursos de análises avançados e aprofundados. Amazon, Google, Windows e Facebook são alguns exemplos de players com os quais você pode começar.

A democratização dos dados permite que você mesmo ou um usuário comum desempenhe essa função. No entanto, ter conhecimentos básicos sobre TI pode auxiliar a otimizar algumas tarefas.


Use a nuvem a seu favor

Trabalhar na nuvem traz uma série de benefícios: os dados podem ser acessados de qualquer local, sua implementação é mais barata e a segurança é muito mais confiável. Porém, o ideal é contar também com uma solução de armazenamento local.

Procure por uma solução que permita que a sua empresa aproveite por completo as funcionalidades da plataforma de big data. Atualmente, muitas empresas preferem uma configuração híbrida de nuvem e armazenamento local para atender às necessidades.


Realize a manutenção

Por se tratar de um processo que envolve tecnologia, a atualização é essencial, não só para as ferramentas escolhidas, mas também para os funcionários que atuam diretamente com o big data e aqueles que são impactados pelas informações coletadas.

Dessa forma, você poderá garantir a qualidade do conteúdo, da segurança, das decisões estratégicas, da operação e da satisfação do cliente, o que, consequentemente, fará a diferença para o seu negócio prosperar.


Apresentando os dados

Para fazer com que a informação gerada seja facilmente compreendida, é essencial pensar em uma forma de apresentá-la. Na maioria das vezes os recursos visuais são os mais utilizados.

O desafio, no entanto, é entender como usar tabelas e gráficos com diferentes estruturas, formatos, tamanhos, cores e fontes para exibir o volume de informações que você precisa apresentar. Para isso, conte com ferramentas como Microsoft Power BI, Tableau e bibliotecas Java Script.


Não deixe de realizar uma auditoria

A auditoria de contas tradicionalmente não é realizada em processos tecnológicos, porém, ela pode e deve fazer parte do big data. Ela deve ser entendida como um processo pontual, capaz de solucionar um problema específico ou apoiar uma determinada fase de um projeto.

Além disso, a auditoria está relacionada à segurança regulatória das empresas, uma exigência para diversos negócios e para diversas áreas de atuação de uma mesma empresa. Assim, será possível controlar e aprimorar de forma contínua as áreas envolvidas com o processamento de informações.

5 dicas para começar um negócio próprio.

Por Daniel Hoe, diretor de Marketing da Salesforce para América Latina e Caribe.


» Seja fiel à sua identidade

Desde criança, aprendemos que precisamos ter uma personalidade forte e definida, pois essa é a nossa identidade, é a maneira como as pessoas nos reconhecem.

No mundo dos negócios funciona exatamente igual. Sua identidade e cultura organizacionais precisam estar bem estabelecidas desde a abertura da empresa. Às vezes, uma ação pode alavancar muito os negócios, mas vai na contramão de tudo o que a empresa acredita.

Pergunte-se o preço que está disposto a pagar para crescer e lembre-se da sua identidade e motivos que o levaram a criar a empresa. O resultado vai definir se seus negócios irão crescer de acordo com seus princípios.


» Alinhe o seu negócio

Agora que a cultura está bem estabelecida, é preciso colocá-la em prática. Tudo que sua empresa fizer ou falar precisa estar alinhado com o que acredita e com o que deseja representar.

De que adianta possuir uma cultura riquíssima se ela não é posta em prática e os colaboradores da empresa não acreditam nela?

Por isso, é importante fazer um alinhamento corporativo – uma planilha composta por cinco itens: Visão, Valores, Métodos, Obstáculos e Mensuração.

Na Salesforce, por exemplo, este documento é público e transparente, e cada área e funcionário da empresa têm sua própria planilha.

Assim é possível analisar e conhecer as metas de cada um e perceber se o funcionário está inserido ou não na cultura da organização.


» Aprenda a arte da prospecção 

O grande desafio das empresas hoje é conseguir gerar uma receita previsível. Para alcançar este feito é preciso dividir as equipes da empresa e segmentar cada tarefa.

Ou seja: divida sua equipe em dois times, um focado em inbound (estratégia que visa atrair os clientes de maneira orgânica e espontânea), e outro em outbound (estratégia agressiva de marketing, usada pelo setor de vendas), já que são ciências totalmente distintas.

Ainda que você só tenha um funcionário para esta tarefa, o ideal é que ele nunca faça as duas coisas ao mesmo tempo, mas divida seu horário entre as tarefas.

Também é preciso ter métricas claras e identificar seu território de vendas. Você precisa segmentar suas contas e não se preocupar somente com os números, mas com quem está comprando, pois não adianta vender muito se o cliente acaba te abandonando.


» Foque no cliente

Ter uma estratégia focada no cliente é sempre a melhor opção. É preciso tratá-lo como seu parceiro, estando perto dele e entendendo suas necessidades.

Na Salesforce, por exemplo, criamos uma mídia social própria. Possuímos um canal pelo qual o cliente recebe informações e novidades sobre os produtos e também se conecta com outros usuários. Nessa rede, os clientes trocam informações sem intervenção da empresa. São clientes que trocam ideias entre si.

Também é interessante investir em informá-lo sobre a sua empresa, mas não se trata de dizer ao consumidor que a sua organização existe e o que ela oferece, e sim uma área de educação e treinamentos, em que seja possível contar ao cliente como vocês trabalham e qual a melhor maneira dele usar o seu produto ou serviço.


» Prepare-se para uma grande jornada 

Todo cliente tem uma jornada. Mas qual é, de fato, o caminho pelo qual você deseja que o seu cliente siga? Muito mais do que consumidores, seus clientes precisam ser verdadeiros porta-vozes da sua marca. É preciso que eles acreditem naquilo que consomem e que confiem na sua empresa.

Essas pessoas precisam ser como fãs, que compartilham os valores da empresa e que promovem sua marca ou empresa de maneira espontânea, simplesmente por gostarem daquilo que você proporciona.